Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

9 de Julho: "Córrego do Mato está entre a vida e a morte"

Publicada em 31/12/2008 às 10:12 | por Voto Consciente Jundiai
CONDENADO

13/8/2008

DIVULGAÇÃO Equipe de Piracicaba colheu informações em junho

Equipe de Piracicaba colheu informações em junho

Pesquisadores da USP de Piracicaba encontraram coliformes fecais em três, das cinco nascentes do Córrego do Mato, localizado na avenida 9 de Julho. A informação foi divulgada ontem pela equipe comandada pelo professor doutor Álvaro Almeida, que esteve em junho em Jundiaí para colher o material que seria pesquisado. “O córrego encontra-se entre a vida e a morte e este é momento para salvá-lo, pois se nada for feito ele brevemente morrerá”, explica Almeida.

Foram analisadas amostras de água em sete pontos no Córrego do Mato: nas cinco nascentes que o abastecem, na ponte do Shopping Paineiras e na ponte em frente à Delegacia Seccional. De acordo com a Resolução Conama 357/05, a água do córrego é de boa qualidade, mas a Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO) está um pouco elevada e o Oxigênio Dissolvido (OD) está baixo.

Isso demonstra a necessidade de ações urgentes, que possibilitem uma maior oxigenação das águas. Se isso não for feito, a vida poderá deixar de existir no córrego. A equipe de Piracicaba foi contratada pela Fundação Municipal de Ação Social (Fumas), dentro do Programa Saneamento para Todos. O objetivo era realizar estudos de diagnósticos das espécies animais e vegetais, para preservar e recuperar o Córrego do Mato. Segundo a Fumas, a preocupação é conseguir realizar as obras de melhorias no local, sem prejudicar o meio ambiente.

O relatório entregue pelo professor Álvaro Almeida é composto de quatro itens: avaliação de peixes e aves como indicadores biológicos; análise do fitoplâncton (plantas microscópicas) e zooplâncton (animais microscópios) e dos macro invertebrados bentônicos; análises de amostras de água nas nascentes e em dois pontos do córrego; e alternativas de manejo visando melhorar as condições da água e da biota (flora e fauna que habitam determinado ambiente geológico) do córrego.

A equipe da USP apresentou dez alternativas de manejo que visam proteger o curso d’água e a vida ali presente, bem como propõe a elaboração de um projeto de revegetação das margens e a reintrodução do Jundiá, peixe que deu origem ao nome da cidade. As propostas foram aceitas pela Fumas.

Reforma da ‘9’ – O Córrego do Mato receberá as contribuições das galerias de águas pluviais do Anhangabaú e Centro, por isso precisa de obras de melhorias. Essa obra faz parte do Programa Saneamento para Todos, com repasse de recursos do Ministério das Cidades para a execução de obras de galerias de águas pluviais, retificação e canalização de rios e córregos, por meio de Contrato de Financeiro com a Caixa Econômica Federal.

São 24 intervenções em todo o município, que abrangem a construção de 14 galerias de águas pluviais e 10 obras de recuperação ambiental, reforma e canalização de cursos d’água, incluindo o Córrego do Mato.

DA REPORTAGEM LOCAL

fonte: JJ

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/9-de-julho-corrego-do-mato-esta-entre-a-vida-e-a-morte/