Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

A televisão e o desserviço à educação política

Publicada em 22/08/2011 às 13:44 | por Márcia Pires

A novela das nove da Rede Globo, prestou em seu último capítulo na semana que se encerrou, aquilo que podemos chamar de perfeito desserviço à educação política do país.Na sequência de cenas a atriz Débora Secco apareceu na pele se sua personagem, Natalie Lamour, como candidata a deputada fazendo campanha vestindo trajes para lá de provocativos e proferindo pérolas do gênero “…vou fazer uma drenagem linfática no Congresso!…” e mais “…vamos remover a celulite da corrupção!…” Ainda que a intenção dos autores tenha sido a de uma clara alusão e crítica ao fiasco qualitativo das eleições parlamentares ocorridas no ano passado, onde inclusive o texto proferido pela atriz relembrou o slogan de campanha – que dizia não saber o que faz um deputado – do eleito Tiririca, tratou-se na verdade de um reforço negativo àqueles eleitores que dizem não entender, tão pouco querer entender de política, alegando detestá-la, como se o combate a tais mazelas que se arrastam de eleição em eleição não fizesse parte de seus deveres de cidadão.A luta e desafio diários da ONG Voto Consciente vai exatamente na contramão do que colocou a Rede Globo em rede nacional.O exercício da educação política trabalha para, além de informar, formar eleitores conscientes de seu papel fundamental no processo, que é o de mudança e transformação da nossa política.Essas expressões – transformação e mudança – aliás, lamentavelmente banalizadas a cada campanha que se vê.Somente a educação política é capaz de promover a tão desejada varredura, onde não haverá espaço para mulheres fruta e toda a sorte de nomes conhecidos na mídia, que pouco ou nada têm a ver com o compromisso e responsabilidade de uma a legislatura. Tais pessoas não passam, muitas vezes, de inocentes úteis que presidentes de partidos se incumbem de seduzir para poder angariar votos não ao candidato, mas à legenda. Com educação política sempre será possível mostrar que não, os políticos não são todos iguais e o comodismo de esconder-se sob este jugo para justificar a falta de envolvimento e consciência na hora do voto, tão presentes entre os nossos cidadãos, poderá ser minimizada ou quem sabe até desaparecer.

Márcia Pires

Leia mais sobre Outros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/a-televisao-e-o-desservico-a-educacao-politica/