Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Arte para todos…

Publicada em 11/03/2013 às 01:07 | por Ede Galileu

De uns anos pra cá, o número de saraus que acontece na região de Jundiaí, só tem aumentado, o que mostra uma região muito rica no que diz respeito aos artistas da região e à sua vontade de se expressar.
A palavra “sarau” vem do latim seránus – relativo a entardecer, provavelmente quando acontecia esse tipo de manifestação quando surgiu.
“Sarau é um evento cultural onde as pessoas se encontram para se expressarem artisticamente, uma reunião festiva com manifestações da dança, poesia, literatura, música, teatro e também outras formas de arte como pintura e escultura, a intenção é que não haja palco e nem plateia, as pessoas estão lá para interagir.”
Às vezes a energia que existe entre as pessoas torna-se lúdica, mágica e isso pode acontecer em um churrasco, em uma festa, um show, em uma reunião entre amigos… Assim nasce o sarau, desta necessidade de compartilharmos nossas almas com as outras pessoas e de conhecer a cultura à nossa volta.
No Brasil, entre o final do século XIX e o início do século XX, o sarau era o evento mais elegante da sociedade e só os seres iluminados que tinham gosto pela música e literatura, ao mesmo tempo em que não precisavam se preocupar com dinheiro, podiam se dar ao luxo de promovê-los em seus amplos e belos salões, sarau que se prezasse tinha muito champanhe importado, quitutes caprichados que saíam quentinhos da cozinha, trazidos por vários serviçais. Na sala um belo piano de cauda, músicos e poetas consagrados prontos para exibir sua arte, só que estes eventos eram chamados “salões”.
Esses eventos ainda eram chamados “salões” – muito provavelmente pelo ambiente que ocupavam. Chegaram como tradição importada pela família real, em 1808, e imediatamente ganharam terreno no Rio de Janeiro. Era uma festividade reservada a corte e seus convidados. Em São Paulo, estes salões se tornaram bem populares também, trazendo sempre celebridades da época para seus encontros, como Mario de Andrade, Manuel Bandeira e Tarsila do Amaral, mas sempre um evento elitista.
Depois dos anos 40 os salões perderam um pouco de espaço, ficando nas mãos dos jovens intelectuais universitários que passou a realizá-los em bares, porões, praças, teatros. Surgia assim o underground (quase marginalizado) pouco adequado para senhoras e senhores, e foi assim, até a década de 70 onde a ditadura calou a maioria dos saraus.521272_290485261043986_1583186429_n
Como tudo que é bom, volta, parece que o tempo dos saraus voltou, e agora em um formato mais brasileiro, se antes, só as capitais e a burguesia tinham espaço, agora esse cenário mudou, o conteúdo deles também mudou, hoje é comum, vermos apresentações de capoeira, de rap ou de arte circense.
Hoje acontece sarau em muitas cidades do Brasil, só aqui na região de Jundiaí, conheço pelo menos uns dez, o interessante é que isso não depende do poder público para acontecer, parece que os artistas estão querendo cada vez mais se expressar e mostrar sua arte, e como frequentador de alguns destes saraus, posso afirmar que nossa região está cheia de talentos de todas as linguagens artísticas. Estes encontros proporcionam o intercâmbio de culturas diferentes e a formação de parcerias, além de estarmos em um ambiente com pessoas interessadas em cultura e com muita vontade de compartilhar seu conhecimento ou seu talento.
Então pra quem prefere um bom evento cultural a ficar em casa assistindo TV, agora temos mais umas opções na região, mas é bom você ir preparado para ter sua cultura ampliada e sua mente expandida.
E que venham mais saraus…

Avatar
Últimos posts por Ede Galileu (exibir todos)

Leia mais sobre Outros

2 respostas para “Arte para todos…”

  1. Avatar Nikolas Schiozer disse:

    Cara, não fazia a menor ideia de onde veio a palavra Sarau, e nunca pensei como teria História esse tipo de evento! Gostei mesmo de ler o seu texto!
    Mas vamos a grande questão que eu quero fazer para você, quando eu li “Então pra quem prefere um bom evento cultural a ficar em casa assistindo TV, agora temos mais umas opções na região” eu pensei na mesma hora: Ok, esse sou eu e tenho certeza que muita gente!
    Em Jundiaí é normal ouvirmos que “não tem nada para fazer nessa cidade”. Mas em grande parte é que a grande maioria das pessoas não conhece a quantidade de eventos e artistas que temos na cidade! Eu nunca imaginei que temos mais de 10 Saraus em nossa região!!
    Você sabe onde eu posso encontrar a programação desses eventos? Com dia, hora e local?

    Grato desde já! =D

    • Avatar Ede Galileu disse:

      Então Nicolas, este ainda é nosso grande problema, uma divulgação eficiente destes eventos culturais, estamos tentando resolver este problema, tanto o Coletivo Cultura Jundiaí quanto o Conselho municipal de Cultura estão empenhados em resolver isso.
      Parece que essa pressão já está surtindo efeito já que a Secretaria de Cultura já está designando uma equipe responsável por isso.
      Mas enquanto eles não resolvem este problema, eu sugiro o site http://www.revistagarimpocultural.com.br/ que está fazendo um ótimo trabalho com este tipo de divulgação.

Deixe uma resposta para Ede Galileu Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/arte-para-todos/