Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

As propostas das seis empresas habilitadas na licitação da reforma do prédio da Câmara de Jundiaí vão para a análise da Prefeitura. Os envelopes foram

Publicada em 26/06/2010 às 13:24 | por Voto Consciente Jundiai

As propostas das seis empresas habilitadas na licitação da reforma do prédio da Câmara de Jundiaí vão para a análise da Prefeitura. Os envelopes foram abertos ontem e somente após a avaliação técnica – sem data prevista para ocorrer – a vencedora será divulgada oficialmente. A obra visa garantir mais segurança e acessibilidade ao prédio antigo do Legislativo. A reforma foi orçada pela Casa de Leis em cerca de R$ 345 mil. As empresas que estão na disputa calcularam preços dentro da média. A Salp Construções, de Várzea Paulista, foi a que apresentou o menor valor: R$ 270.694,10.

Na sequência, aparecem a RS Construções e Empreendimentos Imobiliários, de Jundiaí, com a proposta de R$ 310.304,66; a Sotemppi Engenharia, de São Paulo, R$ 310.781,85; a ISC Ideal Service Construtora, de Jundiaí, R$ 313.639,47; a ARV Construções, de Jundiaí, R$ 314.274,69; e, com o maior valor, a Saúvas Construtora, também de Jundiaí, R$ 397.014,80. O presidente da Comissão de Licitação da Câmara de Jundiaí, Djair Bocanella, preferiu não comentar os valores.

“No momento, não dá para dizer quem ficará responsável pela obra, apesar dos preços apresentados. A área de engenharia da Prefeitura precisa verificar as propostas porque é necessário ver se não estão faltando itens ou mesmo se o valor está sub ou super avaliado.” A Prefeitura é a responsável pelo relatório porque o prédio da Câmara pertence ao município. Assim que o documento estiver concluído, os pareceres do Executivo são enviados para a Comissão de Licitação do Legislativo.

Além das propostas que poderão ser aceitas, a Prefeitura irá informar quais empresas serão impugnadas por falta de itens ou preços irregulares. “Após as indicações, nós publicamos o resultado na Imprensa Oficial. Cada empresa tem cinco dias para entrar com recurso. Caso não questionem nada, homologamos o nome da vencedora e o contrato é assinado”, conclui Bocanella. A licitação, na modalidade tomada de preços, foi aberta em maio. Ao todo, nove empresas se interessaram, mas seis foram habilitadas.

Obra – A reforma da Casa de Leis compreende várias adaptações. A área da copa, localizada perto do Plenário, será reduzida para a construção de dois banheiros para deficientes. O projeto também prevê a criação de um espaço para a imprensa ao lado das mesas dos vereadores no plenário, a reformulação das partes hidráulica e elétrica e a troca do piso do andar térreo, onde ficam as salas da presidência e da diretoria administrativa da Casa. A expectativa é que os trabalhos, após iniciados, sejam concluídos em 90 dias.

ROBERTA DE SÁ

fonte: JJ, publicado em 24/06/10

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Outros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/as-propostas-das-seis-empresas-habilitadas-na-licitacao-da-reforma-do-predio-da-camara-de-jundiai-vao-para-a-analise-da-prefeitura-os-envelopes-foram/