Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Audiência reforça importância do usuário nas decisões do transporte público

Publicada em 10/06/2016 às 19:46 | por Claudia Muller

20160601_193706_resized

 

A participação do usuário nas decisões relacionadas ao transporte coletivo de Jundiaí foi assunto debatido em audiência pública organizada pela Câmara Municipal. O encontro, solicitado pela vereadora vereadora Marilena Negro (PT), tratou de projeto de lei de sua autoria para criação do código de conduta dos usuários do transporte coletivo do Município. O texto, inspirado na primeira versão do concurso Cidadonos, organizado pela Movimento Voto Consciente, já havia sido apresentado, mas era necessário, antes, debate mais consistente com setores da sociedade, segundo ela.

A matéria estabelece que o usuário participe de fóruns, conselhos municipais e debates sobre mobilidade urbana da cidade. Entre outros aspectos o projeto de lei exige também que os usuários tenham acessos aos ônibus, sem qualquer discriminação. Pontualidade, segurança e conforto no serviço prestado pelos ônibus que circulam em Jundiaí se somam aos demais itens pontuados no projeto, que propõe inclusive responsabilidade ambiental. A ideia previa, ainda na versão Cidadonos, meta de longo prazo prevista para 2016.

O objetivo da proposta apresentada por Marilena em 2011, durante o primeiro concurso Cidadonos, era levar informação e meios para o exercício da cidadania que ajudassem a transformar o transporte coletivo de Jundiaí no principal meio de mobilidade urbana, com acessibilidade, eficiência, segurança  e com percursos racionais e com tarifa justa, através da participação dos usuários e da sociedade. “Elaboramos o projeto e o reapresentamos em 2013 no Cidadonos, que na época perguntava qual era o seu sonho para Jundiaí aos participantes”, disse ela.

Nesse meio tempo as propostas vencedoras do concurso já haviam sido apresentadas aos candidatos à Prefeitura na eleição de 2012 através da plataforma denominada Agenda Cidadã, um compromisso com a cidade, idealizada pelo Voto Consciente. No final, segundo a vereadora, sua proposta obteve 430 apoiadores, resultado por ela considerado satisfatório. A implantação em 2015 do bilhete único com tarifa reduzida na cidade, de autoria do vereador Gerson Sartori (PSC), foi consequência da mobilização do tema transportes após foruns e debates realizados junto à comunidade e associações locais, explicou.”Por isso a meta é buscar a participação cidadã em todo o processo decisório”.

Treinamento

A relação entre a equipe que monitora o transporte público na Prefeitura com a população foi um dos assuntos abordados na tribuna por Milton Calzavara, presidente do Conselho Municipal do Idoso de Jundiaí e das sete cidades que formam o Aglomerado Urbano. Milton explicou que recebe muitas reclamações dos usuários as quais, encaminhadas, acabam se transformando no que ele chama de “problema”. “Temos sim ônibus novos, grande parte deles já equipados com plataformas para deficientes; só que não adianta ter equipamento se não há o devido treinamento de motoristas e cobradores”, disse.

O mesmo tema foi abordado por Alcebíades Nascimento Júnior, conselheiro da Coordenadoria da Pessoa com Deficiência. Para ele, é no transporte público que se enxerga a multiplicidade existente na sociedade. “O ritmo e as mazelas do dia a dia fazem com que nosso ânimo e nossa gentileza sejam esquecidos por algum momento”, afirmou. Exemplificando, ele afirmou que as pessoas esquecem que o tempo das pessoas idosas e com deficiência é diferente das outras pessoas. A irritação decorrente da falta de paciência acaba atingindo também os motoristas e cobradores que, da mesma forma, estão trabalhando”, ressaltou.

O munícipe Francisco Carlos Machado reclamou que as empresas estão tirando os cobradores de linha, contribuindo ainda mais com uma situação já conflitante. “Como o motorista pode dirigir e cobrar ao mesmo tempo?”. Presente à audiência, a diretora da Secretaria de Transportes, Samila Antônio, declarou que a Prefeitura tem feito uma série de ações nesse sentido, como orientar as empresas a adotar cartões de débito e crédito no momento do embarque e orientar o usuário que faça o pagamento no próprio terminal. Participaram da audiência representantes das viações Jundiaiense e Leme e entidades representativas dos usuários. Dos 19 vereadores, compareceram à cerimônia apenas José Carlos Ferreira Dias, o Zé Dias (PR) e Paulo Malerba (PT).


Leia mais sobre Outros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/audiencia-reforca-importancia-do-usuario-nas-decisoes-do-transporte-publico/