Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Bastidores já estão fervendo

Publicada em 12/05/2009 às 11:00 | por Voto Consciente Jundiai

ELEIÇÕES 2010

10/5/2009

ALEXANDRE MARTINS ARY FOSSEN, PEDRO BIGARDI, TICO, JULIÃO, GUSTAVO MARTINELLI, GERSON SARTORI, DURVAL ORLATO, ANDRÉ BENASSI, LUIZ FERNANDO

ARY FOSSEN, PEDRO BIGARDI, TICO, JULIÃO, GUSTAVO MARTINELLI, GERSON SARTORI, DURVAL ORLATO, ANDRÉ BENASSI, LUIZ FERNANDO

A disputa pelas cadeiras para deputados estadual e federal só acontece em outubro do ano que vem, mas a briga pelo direito de concorrer às vagas já esquenta nos bastidores eleitorais da Região de Jundiaí. Dentre as inúmeras possibilidades de composição das chamadas ´dobradinhas´ de campanha, três partidos surgem com maiores chances de lançar nomes para angariar número suficiente de votos e, assim, emplacar cargos na Assembleia Legislativa e Câmara Federal: PSDB, PT e PCdoB.

Acordo cumprido – No ninho tucano, a disputa interna já é quente, especialmente quando o assunto é a pré-candidatura a deputado estadual. Nessa semana, pela primeira vez, o ex-prefeito da cidade e atual subprefeito de Perus, Ary Fossen (PSDB), já deixou seu recado em entrevista ao JJ Regional: quer voltar a cargo que já ocupou na Assembleia e, após cumprir o mandato, encerrar a carreira política.

O apoio em torno do seu nome já teria aval das lideranças do PSDB na cidade em cumprimento a acordo firmado no ano passado. À época, Ary cedeu espaço – mesmo tendo boa possibilidade de reeleição no Executivo – para que o atual prefeito, Miguel Haddad, concorresse. Assim, dificilmente a sigla abriria possibilidade para outro político disputar o cargo na Região. Apesar disso, os três vereadores da bancada tucana na Câmara de Jundiaí se lançam como postulantes ao cargo. O parlamentar Júlio César de Oliveira, que em 2006 não conseguiu a cadeira após receber pouco mais de 30 mil votos, pretende ter nova chance entre os tucanos. “Sou um dos nomes possíveis sim. Não sei ainda a atitude do partido, mas o movimento (discussão sobre eleição) nunca para”, disse, confirmando o início das costuras de bastidor na legenda.

Após ser eleito presidente da Câmara de Vereadores, José Galvão Braga Campos, o Tico, mostrou sua força dentro do PSDB e também pode conseguir apoio suficiente para concorrer com chances de emplacar. Quem corre por fora é o jovem vereador Gustavo Martinelli, que teve expressiva votação nas últimas eleições. Já a corrida tucana para concorrer à Câmara Federal está nas mãos do ex-prefeito e mandachuva do partido, André Benassi. Após sua decisão em participar ou não, a chapa se definirá. “Ele é o detentor da vaga e é ele quem vai decidir”, confirmou o atual vice-prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, provável candidato no caso de desistência de Benassi.

O ex-prefeito comentou que ainda não fez nenhum contato ou negociação para sua pré-candidatura. “Não falei com ninguém ainda sobre isso. Mas se tudo der certo eu concorro sim.” A única condição que apontou foi a de manter seus negócios particulares. “Se eu conseguir conciliar minhas atividades, disputo o cargo. Mas também dependo da aprovação do partido”, ponderou.

Articulação regional – Se a briga interna no PSDB já começou, as articulações dentro do PT não ficam atrás. Candidato no último pleito à reeleição, o ex-deputado federal e agora vereador Durval Orlato comentou que este ano não deve focar a pré-candidatura. “Em 2009 estou totalmente dedicado ao mandato de vereador.” Mesmo assim, ele é tido como provável concorrente pelo partido como deputado federal. “Ainda vamos estudar essa possibilidade.” Páreo mais duro terão os postulantes petistas à cadeira de deputado estadual. O ex-vereador Gerson Sartori há tempos já prepara terreno para ser o escolhido da sigla. Para isso, aposta sua relação com líderes estaduais e até nacionais. “Eu gostaria de ser, mas o partido deve discutir isso na hora certa.”

O JJ Regional apurou que até o prefeito de Várzea Paulista, Eduardo Pereira, é tido como possível concorrente à Assembleia na Região. Em entrevista, ele confirmou que seu nome foi cogitado por membros do Diretório Estadual. “Levantaram meu nome, mas quero terminar meu mandato”, disse. “De qualquer forma, posso debater a possibilidade, já que sou militante.”

Reeleição – O único nome certo para disputar cadeira como deputado estadual é Pedro Bigardi (PCdoB). Ele tentará a reeleição após conseguir vaga como suplente, há quase dois meses. O político garante que trabalhará em um nome na Região para compor a dobradinha dentro do próprio partido.

Aval dos pastores – Já o vereador Enivaldo Freitas Ramos, o Val (PTB), nem chegou a disputar a candidatura para presidente da Câmara da Jundiaí para poder concorrer a deputado estadual nas próximas eleições. Ele foi o vereador mais votado durante o pleito municipal do ano passado. “Sou pré-candidato e já conversei com meu partido. Conto também com a aprovação da minha igreja”, explicou. “O Ari Castro (presidente do PTB) e o deputado estadual Campos Machado já disseram que me apoiam.” O presidente da comissão política estadual da Assembleia de Deus, Paulo Freire da Costa, também já teria dado aval para a candidatura.

ALINE PAGNAN E THIAGO GODINHO


fonte: JJ

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/bastidores-ja-estao-fervendo/