Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Bicicletada Eloy/Almerinda Chaves. Em busca de um sonho comum

Publicada em 08/10/2011 às 01:34 | por Colunista Convidado

Por Denner Pereira

O ciclista nunca está na contramão do meio ambiente

“A distância dos bairros Almerinda Chaves, Novo Horizonte e Residencial Jundiaí em relação ao centro da cidade é muito grande. Com isso, o Bairro Eloy chaves se torna um “mini-centro”, por ter um terminal de ônibus, parque botânico, escolas de idiomas, caixas eletrônicos, a cidade dos meninos etc. porém, é desnecessário pagar R$5,80 (ida e volta) de ônibus ou tirar o carro da garagem, só para piorar o trânsito, para andar menos de 5 km. Uma ciclovia é uma alternativa sustentável, uma idéia pertinente, relevante e viável para facilitar o acesso aos pontos citados acima, uma vez que o Almerinda e região não possuem nenhum destes.”

https://www.cidadedemocratica.org.br/topico/3330-ciclovia-interligando-almerinda-chaves-e-eloy-chaves

Como podemos ver, a bicicletada é muito mais do que um grupo de jovens ativistas que querem uma ciclovia para pedalar aos finais de semana. A abrangência, missão e visão do projeto vão muito além.

Existem pólos distintos quando falamos em ciclistas…

Há realmente aquele cidadão que compra uma bike de R$3.000,00, capacete, roupa especial e todos os EPI’s (equipamento de proteção individual) para pedalar aos fins de semana. O que é muito válido para quem tem condições, pois esse é o único momento em que o mesmo sai de sua residência sem o seu utilitário esportivo, que só prejudica ainda mais o caótico trânsito durante a semana. Alias, isso se ele não levar a bike no carro até metade do seu respectivo percurso.

Por outro lado, nas regiões periféricas da cidade é muito fácil encontrarmos outro tipo de ciclista. Aquele que é ciclista não por opção, mas por necessidade. Esse cidadão possui uma bike usada que mal vale R$50,00, não sabe o que é EPI, ou não tem condições de comprá-lo. A bike se torna uma necessidade para esse tipo de ciclista, pois ele precisa ir ao trabalho, ao mercado, levar seu filho à UBS etc.

Exageros á parte, entre esses dois pólos acima existe também aqueles ciclistas no meio termo, que são maioria na cidade. Esse meio termo possui uma mistura de características que torna difícil uma classificação especifica. Talvez a melhor classificação para estes “ciclistas do meio termo”, seja classe média. Assim como o classificaríamos no capitalismo.

A bicicletada é um meio para unirmos todos esses tipos de ciclistas por uma causa especifica: Ciclovias. Para segurança, para melhorar de certa maneira o trânsito, contribuir com o meio-ambiente, contribuir com a saúde, acabar com o sedentarismo e aos poucos transformar Jundiaí na “cidade do futuro”. Mas como rélis mortal que sou, quero mudanças o quanto antes.

Dia 29/10/11, ás 14h00 em frente ao terminal SITU Eloy Chaves veremos diferentes estilos de ciclistas em busca deste espaço para pedalar, seja lá qual for o intuito pessoal de cada um, lazer ou meio de transporte, estaremos juntos pedalando atrás de nosso sonho.

Colunista Convidado

Leia mais sobre Outros

3 respostas para “Bicicletada Eloy/Almerinda Chaves. Em busca de um sonho comum”

  1. Boa noite Denner

    O Pedala Jundiai apóia e parabeniza tua iniciativa. As ciclovias devem ser criadas para interligar a cidade e não para interligar os “pontos turísticos da cidade”. Afinal, pedalar é uma “necessidade e direitos de todos”. Acrescento que após a construção da ciclovia “Almerinda/Eloy”, será possível acessar outros bairros como o Retiro e a Vila Hortolândia.

    Um abraço

    Edilson

    • Avatar Denner Pereira disse:

      Perfeito Edilson! esse pensamento é mútuo e vamos em busca disso.
      As ciclofaixas ligando os ‘pontos turísticos’ é apenas um começo, mas ainda há muito para ser feito.

      Abraço

  2. Avatar Fernando disse:

    É uma necessidade em nossa cidade a criação de ciclovias que liguem toda a cidade, desta forma tornaremos viável utilizar a bicicleta com segurança.
    Adoro andar de bicicleta, mas é desanimador andar em algumas regiões de Jundiaí, torna-se muito perigoso. Vamos manter viva esta reivindicação para nossa cidade e que seja feito logo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/bicicletadaeloyalmerindachaves-umsonhocomum/