Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Câmara aprova projetos e moções em três horas de discussão

Publicada em 05/06/2015 às 20:50 | por Colunista Convidado

Em contraste com os intensos debates verificados no último dia 27, quando projeto de lei de autoria do vereador Paulo Sérgio Martins (PPS), que autorizava o fechamento de ruas sem saída, vilas e loteamentos, foi rejeitado pela maioria dos vereadores, a sessão da última terça-feira (02) na Câmara Municipal de Jundiaí pautou-se por clima ameno pelo menos durante a votação de projetos e moções apresentados na Ordem do Dia. Em exatas três horas a sessão, que foi aberta com aproximadamente 15 pessoas, chegou a 40 às 19h e terminou com 12 na assistência, os vereadores – cuja presença maciça no ínicio deu lugar a apenas sete deles no final dos trabalhos – aprovaram projeto de lei de autoria de Paulo Malerba (PT) que altera o Regimento Interno . Com isso os vereadores, que gostaram da proposta, poderão, agora, apresentar projetos e propostas legsislativas de forma conjunta.

Da mesma forma foi mantido veto do Executivo a projeto de Leandro Palmarini (PV), que previa a criação de crematórios para animais na cidade. O próprio Palmarini admitiu que já sabia da ilegalidade da matéria , mas classificou a iniciatica como “um ótimo debate”. Dentre as várias moções apresentadas e aprovadas, que ocuparam quase uma hora de apreciação, destaque para matéria de autoria do líder do PT na Câmara, Gerson Sartori, que apela ao governador do Estado e ao Secretário de Estado da Segurança Pública para a urgente instalação de câmeras de monitoramento em Jundiaí, bem como a volta da Central do Serviço 190 para a cidade. Hoje em dia a ligação que é feita de Jundiaí é atendida por uma central em Campinas. “Como é que o pessoal de atendimento daquela cidade vai saber de imediato, por exemplo, qual é a rua que é conhecida como ‘rua da Verdura’ em Jundiaí?”, questionou o vereador.

Preocupado com o que seus eleitores e assistência pensam sobre a apresentação de moções nas sessões, o vereador Zé Dias (PDT) saiu em defesa da prática. “Muitos consideram que uma moção não tem a mesma cobrança que tem um projeto, mas sempre recebemos resposta do governo do Estado” afirmou. Foram aprovados ainda dois projetos de lei de denominação de autoria do vereador Paulo Sérgio Martins. Um deles autoriza o nome de rua João Ferracini para a rua A do loteamento Chácara São Ponciano. O outro denomina rua Paschoal Galbieri a rua B do mesmo loteamento.

Cláudia Maria Petroni Muller é jornalista

Colunista Convidado

Leia mais sobre Outros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/camara-aprova-projetos-e-mocoes-em-tres-horas-de-discussao/