Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Câmara aprova reajuste de 6% para o funcionalismo

Publicada em 24/04/2009 às 09:55 | por Voto Consciente Jundiai

Quinta-feira, 23 de abril de 2009 01:28
Aumento vale para Legislativo, Executivo, aposentados e pensionistas

Gustavo Beraldi

Em uma mesma tacada, foram aprovados ontem, em sessão extraordinária, o reajuste de 6% para os salários dos funcionários públicos municipais atrelados tanto ao Executivo quanto ao Legislativo.

O aumento, linear para todos os salários da ativa e dos aposentados e pensionistas, ficou abaixo do pleiteado inicialmente pelo Sindicato dos Servidores Públicos, de 6,58%.

“Esse índice representava o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) cheio, ou seja, calculado junto com os 50% de aumento no auxílio-alimentação”, explicou Eleni Fávaro, presidente do sindicato.

Além do reajuste, o auxílio-alimentação também passará de R$ 100 para R$ 120. O benefício não se estende aos funcionários da Câmara.

“Entendemos que o reajuste de 6% é suficiente, desde que haja, como se comprometeu o prefeito, a implantação efetiva do PCCS (Plano de Cargos, Carreiras e Salários)”, disse Eleni.

Segundo ela, 2,8 mil servidores ainda aguardam para serem contemplados pelo PCCS. “A incorporação é o maior ganho.”

Marilena e Eleni trocam farpas
Com exceção da fixação da data-base, em 1º de maio, do funcionalismo público, considerada a principal conquista da campanha salarial de 2009, de resto sobraram farpas entre a vereadora Marilena Negro (PT) e a presidente do Sindicato dos Servidores, Eleni Fávaro, na manhã de ontem.

“Tenho informações de que a prefeitura tem excesso de arrecadação. As negociações podiam ter avançado mais”, enfatiza Marilena.

“Nós não fazemos demagogia, nem política com a categoria. Conseguimos o que foi possível”, retruca Eleni, que em 2006, se elegeu presidente do sindicato com o apoio de Marilena.

Eleni observa o ano eleitoral do sindicato, dando a entender que a questão estaria sendo usada com esse fim.

“Na campanha eleitoral, não vi nenhum vereador de oposição se importando com os 6,3% conseguidos”, questiona.

“Quem tem que lutar pela categoria é ela. A prefeitura, até agora, não comprovou o impacto orçamentário.”

Até aliado se queixa das subvenções
A Câmara aprovou R$ 348 mil em subvenções a 40 entidades de Jundiaí.

Encabeça a lista a Casa Transitória, com R$ 35 mil. Os menores valores foram de R$ 1 mil.

“A alteração na Lei Orgânica, promovida pela prefeitura em 2008, retirou prazos e regulamento para a solicitação da subvenção pelas entidades, o que impede o aumento dos valores”, alertou Marilena Negro (PT).

Nesse sentido, a reclamação foi geral, tanto de opositores quanto de aliados, como Antônio Carlos Neto, o Doca. “Isso vem desde muito antes. Parece uma cópia, só que ao invés de reais eram cruzeiros”, destacou Doca.

Dentre os beneficiários, está a Uipa (União Internacional de Protetora dos Animais). E segundo a voluntária Zenita de Souza, a entidade cuida de 980 animais, apesar do convênio com a prefeitura, de R$ 5 mil mensais, os custos da entidade chegam a R$ 20 mil.

fonte: BOMDIA

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/camara-aprova-reajuste-de-6-para-o-funcionalismo/