Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Câmara interrompe trabalhos e “estica” sessão

Publicada em 26/02/2015 às 21:28 | por Colunista Convidado

Artigo de Cláudia Maria Petroni Muller

A Câmara Municipal de Jundiaí voltou, na sessão desta quarta-feira (24/02), a fazer uso polêmico das chamada paradas técnicas , utilizadas pelos vereadores para  discutir projetos, fazer homenagens e, muitas vezes, prolongar as discussões nos bastidores sem dar qualquer justificativa ao público. Ao todo foram gastos cerca de 50 minutos – na primeira sessão do ano houve uma suspensão de duas horas e na segunda os mesmos 50 minutos – o que mais uma vez dificultou a participação popular. Em função disso o plenário acabou esvaziado. Das cerca de 60 pessoas presentes entre o início e o meio da sessão, apenas 15 acompanharam até o final as discussões que duraram cerca de três horas e meia.

Isso sem contar os quase 40 minutos gastos com as homenagens a Cícero Camargo da Silva, que participou de sua última sessão como vereador. Ele substituiu como suplente  o vereador Antônio de Pádua Pacheco. Depois de apresentar uma moção para implantação de Farmácias Populares Próprias, Cìcero foi parabenizado por todos os colegas presentes em plenário, que pediram a palavra, prolongando ainda mais os trabalhos e colaborando para que a platéia deixasse o local.

Mesmo assim a sessão, interrompida por vários apartes e questões de ordem, conseguiu aprovar projeto de lei de autoria do vereador Dirlei Gonçalves, que prevê vistoria de aparelhos de ginástica implantados em locais públicos e afixação de placa informativa contendo a data da última vistoria. Os vereadores aprovaram também projeto de lei de autoria do vereador Leandro Palmarini, que declara de utilidade pública o Centro de Orientação Ambiental (COATI).

De maneira rápida, o que contrastou com a preleção observada na análise das demais matérias, dois projetos de lei tiveram sua discussão adiada para o dia 10 de março. Um deles exige, de autoria do vereador Paulo Sérgio Martins, disponibilização em casas noturnas de caixas em número suficiente para pronto atendimento de clientes. O outro projeto, de Doca Pereira, prevê instalação, em casas de shows e espetáculos, de dispositivo eletrônico de contagem dos frequentadores.

As moções também tiveram destaque e provocaram alguma discussão na sessão da última terça-feira. Aprovadas , elas tratam do apoio ao movimento Caixa Econômica  Federal 100% pública sem abertura de capital, e apelo ao Governo do Estado de São Paulo para a construção de passarelas na rodovia Hermegildo Tonolli, no trecho de Jundiaí,além de revisão dos radares e velocidades estabelecidas. Outra moção apela ao Ministério da Saúde para que seja incluído no Cartão do SUS e dos planos de saúde o risco de alergia a medicamentos.

Colunista Convidado

Leia mais sobre Outros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/camara-interrompe-trabalhos-e-estica-sessao/