Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Creches e plebiscito: ‘estrelas’ do mandato de Durval Orlato

Publicada em 26/07/2009 às 17:54 | por Voto Consciente Jundiai

CÂMARA

26/7/2009

MATEUS VIEIRA Durval Orlato (PT) é o único vereador que decidiu, até o momento, falar sobre as realizações dos primeiros seis meses de mandato em evento aberto ao público

Durval Orlato (PT) é o único vereador que decidiu, até o momento, falar sobre as realizações dos primeiros seis meses de mandato em evento aberto ao público

Único vereador a prestar contas em evento aberto ao público, o petista Durval Orlato reuniu cerca de 70 pessoas, na tarde de ontem, na sede do Legislativo jundiaiense. Além de aproveitar para falar de sua trajetória política, Orlato fez um balanço do primeiro semestre na Câmara. Entre os destaques, a representação feita no Ministério Público sobre a falta de vagas em creches na cidade e a proposta que facilita a realização de plebiscito e referendos na cidade.

“Há 13 anos faço este tipo de evento, além de distribuir o jornal”, disse o petista. “Sempre tive este costume. Quando era deputado, fazia isso a cada seis meses, em toda a Região.” Para o parlamentar, plenárias como esta são a chance de a população saber mais sobre a atuação do vereador, além de fazer sugestões. “Muitos reclamam que os políticos só aparecem em época de campanha.”

Orlato avalia que alguns temas por ele levados à Casa de Leis se destacaram durante estes seis meses. Um deles é o projeto de lei número 10.189, que regula, no âmbito municipal, o plebiscito, o referendo e a iniciativa popular. “Ele permite que a população se mobilize e envie projetos à Câmara com assinaturas que tenham apenas o RG e o bairro onde o cidadão mora”, detalha. Outra ação se refere à representação encaminhada ao Ministério Público questionando a falta de vagas nas creches da cidade. A reclamação partiu, entre outros, de moradores do bairro Mato Dentro.

O petista também esteve envolvido nas discussões sobre o projeto de lei complementar número 854, que condicionava a execução de obras de grande porte até a edição de novo Plano Diretor e definia que os processos enviados pelo Executivo à Casa de Leis deveriam trazer, entre outros, o Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV). “Promovi três ou quatro encontros aqui. Acredito que a Câmara deveria também ter se envolvido mais na discussão de grandes temas, como segurança e a obra da Ponte São João.”

Em dia com o eleitor – Marilena Negro (PT) deve prestar as contas desta legislatura em setembro, quando, segundo ela, terá mais tempo para avaliar o trabalho. Gustavo Martinelli (PSDB) está distribuindo pela cidade 8 mil exemplares de um informativo com prestação de contas. Leandro Palmarini, o Leandro do Bicho Legal (PV), vai lançar um informativo anual. A internet é o trunfo do pedetista Fernando Bardi, que elabora um site para divulgar as ações. Já Antonio Carlos Pereira Neto (PP), o Doca, Ana Tonelli (PMDB) e Júlio César de Oliveira (PSDB), o Julião, declararam não sentir necessidade de prestar contas.

fonte: JJ

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/creches-e-plebiscito-estrelas-do-mandato-de-durval-orlato/