Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Da inovação à propaganda!

Publicada em 24/08/2014 às 16:32 | por Patricia Polli

Postado originalmente em Ecos do Japi

 

Começo confessando que não sou expertise no assunto política; tenho aspirações de ativista ambiental.

Hoje, entendendo um pouco sobre política pública; ferramenta que garantirá a manutenção da qualidade de vida aos que ainda estão por vir, mesmo em um alicerce fundado pelo domínio barbárie à natureza, por feudos e pseudo-feudos contemporâneos aos menos favorecidos e, a avassaladora engrenagem de um mundo altamente tecnológico, consumista de valoração a matéria; logo me vem à mente às palavras inovação, audácia!

E percebo que a ausência de líderes com estas características é estridente. Parece-me que pereceram organicamente com Nelson Mandela as inspirações de líderes, que localmente, individualmente, deveriam ter a missão de romper quaisquer os “apartheids”, construindo o novo. Ou, ao menos, reformulando! E, se tratando de reformas, há uma lista considerável no assunto política.

Elenco nesta lista, a descontinuidade das re-eleições. O mandato deveria ser único, talvez em um tempo um pouco maior pois acho que com alternância a democracia seria fortalecida. Também, de alguma forma, que cargos chavões não fossem sucateados entre coligações partidárias, onde o ilustre nomeado fosse conhecedor do tema. Ficha limpa, prestação de contas e ética, nem precisa reiterar maior seriedade e atuação plena, indiscriminada do poder judiciário.

São vários os fragmentos sobre o assunto, e tratando-se da amplitude na esfera, vem a calhar um pensamento: – “mudanças significativas, que realmente farão o diferencial garantindo o bem à coletividade, somente serão possíveis quando o exercício da cidadania for aplicado no “quintal da casa”, ou seja, nas instituições bairristas, movimentos de classes e entidades das cidades.

Porque é destes núcleos que há a possibilidade de se conceber líderes que traduzirão a “neurolinguística” de seus conterrâneos”. É entre estes, que a proximidade estreita o compromisso de cumprimento daquilo pleiteado e firmado. Por isso os candidatos que representam o município ou a região, devem ser conhecidos pessoalmente: serem ouvidos e ouvir os anseios! Disponibilizando seus contatos, para o acompanhamento das ações e compromissos, antes e depois.

Eu ainda quero conhecer propostas inovadoras e audaciosas! Destaco no texto a temática propaganda! Porque chega essa época, a campanha eleitoral invade agressivamente as ruas, importunando a visão da paisagem urbana. Em uma única avenida, um único candidato, em poucos metros coloca mais de dez placas com sua imagem e número, num canteiro central, área verde. Um ato frio e calculista! Não faz referência nenhuma de seus propósitos, compromissos ou seus contatos.

Poluição visual na cidade! Cidade que tem lei específica de propaganda para comércios e afins, e não é respeitada em sua essência (poluição visual) pelo candidato, que em placas com foto e número eleitoral, quer convencer que é a melhor opção para representar o cidadão e a cidade.

Patricia Polli
Últimos posts por Patricia Polli (exibir todos)

Leia mais sobre Outros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/da-inovacao-a-propaganda/