Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Desapropriações para construção de linha do trem-bala atingem 120 famílias

Publicada em 03/09/2009 às 20:31 | por Voto Consciente Jundiai

Quinta-feira, 03 de setembro de 2009 05:35
Prefeitura e ANTT listam bairros que devem ser afetados por obra

Thaís Nucci
Agência BOM DIA

Pelo menos 120 famílias de Jundiaí serão afetadas pelo projeto do TAV (Trem de Alta Velocidade), que vai ligar Campinas ao Rio Janeiro, com inauguração prevista em 2014. A informação foi dada pelo secretário de Planejamento, Jaderson Spina, nesta quarta-feira, após apresentação do projeto por membros da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), na Prefeitura de Jundiaí.

A desapropriação deve afetar principalmente os bairros Novo Horizonte, Varjão, Tulipas, Eloy Chaves, Castanho e Tijuco Preto.

O projeto causou desconforto em vários moradores presentes na reunião – a maioria preocupada com a desapropriação que, segundo o gerente da TAV, Roberto Davi, será feita com custeio total do governo federal.

Jaderson também comentou sobre o problema urbanístico que o trem pode trazer, especialmente com o barulho “Teria que haver barreiras acústicas”, disse.

Números
Quanto: para construção da linha férrea, seriam desapropriados 50 m de largura ao longo do traçado

Grupo se manifesta contra
Cerca de 50 jundiaienses já estão se mobilizando o projeto do trem-bala. O grupo é encabeçado pelo morador do bairro Tijuco Preto (um dos afetados pelo traçado previsto pelo trem), Rubens Pelliciari.

“A manifestação não é só porque o trem vai passar por nossas terras, mas porque somos contra essa medida desnecessária de um trem de alta velocidade ligando Campinas a São Paulo. Mais coerente seria revitalizar a malha ferroviária que já existe”, disse Rubens, nesta quarta-feira.

Com relação ao meio ambiente, o secretário de Planejamento, Jaderson Spina, enfatizou que o trem não poderá afetar nenhuma área da Serra do Japi e da Serra dos Cristais. “Faremos uma fiscalização acirrada em cima disso.”

Jaderson também comentou sobre a possibilidade de existir uma linha pendular que pare em Jundiaí. “O problema é o lugar inadequado, no entroncamento das rodovias [Bandeirantes e Anhangüera]. Seria melhor se fosse dentro da malha urbana, próximo ao aeroporto ou da rodovia Dom Gabriel.”

fonte: BOMDIA

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/desapropriacoes-para-construcao-de-linha-do-trem-bala-atingem-120-familias/