Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Experiência deverá inspirar projetos

Publicada em 05/03/2010 às 12:45 | por Voto Consciente Jundiai

> SEUL/JUNDIAÍ
5/3/2010

Investimentos com foco no design, que englobariam a construção de novos espaços públicos e de símbolos que caracterizem a cidade de Jundiaí, estão entre as ideias absorvidas em Seul, na Coreia, pelo secretário de Obras, Sinésio Scarabello Filho. O engenheiro acompanhou o prefeito Miguel Haddad (PSDB) e o secretário de Administração, Clóvis Galvão, na mais importante conferência de design do mundo, a WDC (World Design Cities Summit).

As propostas lá conhecidas podem inspirar a Prefeitura na discussão, especialmente, de projetos que tenham como objetivo o estímulo à cidadania e à convivência. Miguel e os secretários voltaram na terça-feira. Além de Jundiaí, apenas Florianópolis também foi convidada para o evento como município brasileiro. “Havia representantes de cidades de todo o mundo e foi interessante ver o que está acontecendo. Notamos a atenção dos países desenvolvidos com a questão do design. Eles mostraram que a economia evoluiu, passando pela agricultura, indústria, comércio e serviço, e que, agora, os países vão comercializar ideias”, afirma.

O secretário de Obras aponta que o futuro, segundo o apresentado durante o evento, será feito da criação de espaços públicos que estimulem a convivência entre os cidadãos e o apreço pela própria cidade. O engenheiro analisa que, atualmente, em boa parte das cidades do mundo, a cidadania, tampouco a convivência, é exercida plenamente. “Em Jundiaí, o Jardim Botânico é um exemplo de espaço público onde ocorre a convivência. Em Seul, percebemos os investimentos em parques, centros de convivência, museus”, diz.

Segundo Sinésio, há uma preocupação ainda com a estética. “A obra não pode apenas ser funcional, mas assegurar beleza ao espaço público. Seul, por exemplo, é uma cidade antiga, mas passou por uma reconstrução. A paisagem é feita de gruas e grandes obras de construção civil. E estas gruas estão trabalhando em obras públicas. Isso estimula a educação e a cidadania”, afirmou. Na Coreia, eles também tiveram contato com novas técnicas de planejamento de obras, que divulgam aos cidadãos o cenário futuro desejado em cada obra.

Com isso, é ampliada a possibilidade de participação da população na discussão de projetos públicos. “Deveria haver uma visualização do projeto da obra, por meio de desenhos ou maquetes, que poderiam ser discutidos e aprovados com a cooperação dos interessados.” Ele compara a ideia ao Plano Diretor, que deverá passar por uma revisão no próximo ano. “O plano, por exemplo, poderia sair da lei e ser explicado de modo prático, com uma maquete, para que a população participe.”

A construção de símbolos também integra a iniciativa – a fonte no final da avenida 9 de Julho já atenderia estes requisitos. “Vimos que todas estas ideias têm sido praticadas, principalmente pelos países mais desenvolvidos. É uma reflexão que o prefeito Miguel Haddad vai solicitar ao secretariado.”

No exterior – Esta é a segunda viagem do prefeito e secretários neste mandato. Em dezembro, Miguel e os secretários de Serviços Públicos (Walter Costa e Silva) e Transportes (Roberto Scaringella) estiveram na França para conhecer o Metrô Leve – ou o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) – de Bordeaux e Lion. De lá, seguiu para Copenhague, onde participou da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP-15), ao lado do secretário de Planejamento e Meio Ambiente, Jaderson Spina.

ROBERTA BORGES

fonte: JJ

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Outros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/experiencia-devera-inspirar-projetos/