Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Gastaldo quer que Estado retire livro de bibliotecas

Publicada em 17/06/2009 às 12:44 | por Voto Consciente Jundiai

Quarta-feira, 17 de junho de 2009 00:03
Vereadores, que não conhecem quadrinista Will Eisner, aprovam crítica ao MEC

Julianna Granjeia

Agência BOM DIA

O vereador Marcelo Gastaldo (PTB) disse ontem na Câmara que vai exigir que a Diretoria de Ensino de Jundiaí retire o livro “Um contrato com Deus”, do Will Eisner, das bibliotecas das escolas públicas.

A Secretaria do Estado de Educação, responsável pela diretoria, informou que não vai se manifestar sobre o caso.

A obra faz parte do acervo do PNBE (Programa Nacional Biblioteca da Escola). Segundo a Secretaria, o livro foi entregue diretamente às escolas, é de responsabilidade do MEC (Ministério da Educação) e não passou por avaliação da pasta estadual.

“As pessoas que fazem essa triagem de livros precisam ter responsabilidade. Esse livro não é matéria obrigatória e não é preciso catalogar. Farei uma intervenção na Diretoria de Ensino, vou conversar com a Eliana [Boldrin, dirigente de ensino da região de Jundiaí] para ela retirar o livro das bibliotecas de Jundiaí”, disse Gastaldo.

Segundo o vereador, que não leu o livro, a obra traz cenas de violência, sexo explícito, estupro e, até mesmo, insinuação de pedofilia.

O MEC informou anteontem ao BOM DIA que não vai retirar o livro.

A discussão da moção durou cerca de 30 minutos. Os vereadores Enivaldo de Freitas, o Val (PTB), e Roberto Conde (PRB) apoiaram Gastaldo na tribuna. Os três fazem parte da bancada evangélica.

“É uma vergonha que o MEC compre esse tipo de livro com dinheiro público e distribua, enquanto que as crianças não sabem nem cantar o Hino Nacional”, disse Val.

Conde firmou que esse tipo de livro é um dos motivos para que as cadeias estejam lotadas. “Esse ladrão roubou o nome de Deus para dar nome ao seu livro. De Deus esse livro não tem nada, só do diabo.”

A moção foi aprovada por 11 votos favoráveis e quatro abstenções. Porém, nenhum dos 16 vereadores conhece a obra e nem o quadrinista Will Eisner, criador do herói mascarado Spirit e considerado gênio dos romances gráficos.

fonte: BOMDIA

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/gastaldo-quer-que-estado-retire-livro-de-bibliotecas/