Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Guarda Comunitária: só em 2009

Publicada em 16/11/2008 às 09:52 | por Voto Consciente Jundiai
SEGURANÇA E CIDADANIA

16/11/2008

O plano de governo do prefeito Ary Fossen, elaborado para ser colocado em prática entre os anos de 2005 e 2008, e as ações que dele resultaram serão analisados, a partir deste domingo, pelo JJ Regional. O projeto, criado durante as eleições de 2004, buscou valorizar as realizações de Miguel Haddad nos oito anos em que ele esteve à frente do Executivo com a proposta de reforçar a necessidade do continuísmo. Nele, estão promessas para setores como segurança e cidadania, desenvolvimento, promoção e assistência social, crescimento econômico, meio ambiente, saúde e educação. Nesta primeira reportagem, a segurança está em pauta.

A proposta de Ary para a área se fundamentava em cinco pontos: Olho Vivo 24 horas, integração das ações das polícias estaduais e a Guarda Municipal, modernização da GM, criação do projeto Guarda Comunitária e um programa de iluminação de boa qualidade em todo o município. No plano, Ary salientava que, como deputado, conseguiu trazer melhorias para Jundiaí, entre as quais a vinda de mais um batalhão da Polícia Militar e da sede do Batalhão Rodoviário.

Entre as cinco propostas, a Guarda Comunitária ficou apenas no papel. Das restantes, o Olho Vivo foi o único implantando completamente. Nos itens integração das ações entre polícias e GM e modernização da Guarda, os projetos tornaram-se realidade parcialmente – ainda há o que ser feito e, em virtude da data, a conclusão ficará para o terceiro mandato de Miguel Haddad.

Pendência – De acordo com o comandante da GM, coronel Jovair Rodrigues, a Guarda Comunitária é uma metodologia de trabalho. A idéia era que Jundiaí fosse dividida em 14 setores, para os quais seriam definidos materiais e pessoal, que ficariam concentrados.
“O guarda não teria mais de sair da Vila Hortolândia para atender, por exemplo, uma ocorrência no Santa Gertrudes. Ele e a equipe seriam fixados em uma área”, explica o comandante.

A proposta, porém, emperrou na burocracia. Segundo o coronel, o projeto estava atrelado à formação de novos guardas e a um convênio com o Ministério da Justiça. A Guarda realizou, no ano passado, um concurso público, mas somente agora 21 novos guardas chegaram às ruas. A corporação também enviou o projeto para aprovação no Governo Federal, mas ainda não houve resposta. “Esperávamos começar no segundo semestre deste ano, mas, por causa da burocracia, não foi possível. Não houve tempo, mas irá acontecer”, diz.

Acompanhe – No total, o projeto de Ary Fossen apresenta 43 promessas. Todo domingo o JJ abordará um tema. A análise, nesta edição, ocorreu com base em informações passadas pelo comandante da corporação e pela assessoria de imprensa da Prefeitura.

ROBERTA BORGES

fonte: Jornal de Jundiaí

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Uma resposta para “Guarda Comunitária: só em 2009”

  1. Avatar Henrique Parra Filho disse:

    Seguimos com o projeto Fórum de Promessas.

    A idéia é reunir todas as promessas feitas nesta cidade para munir projetos de controle social.

    É uma primeira iniciativa.

    Para esse projeto ser viável e legal precisaremos das promessas registradas, seja nos planos de governo, sejam vinculadas em notícias de jornais.

    Teremos, agora, uma grande ajuda do Jornal de Jundiaí que tratará das promessas do plano de governo do atual Prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/guarda-comunitaria-so-em-2009/