Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Jundiaí adianta metas para educação

Publicada em 06/07/2010 às 14:02 | por Voto Consciente Jundiai

Cidade atinge em 2009 notas previstas para 2011 e tem escolas públicas acima da média que Brasil planeja para 2022

Jundiaí adiantou em dois anos as suas metas do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), divulgou nesta segunda-feira o MEC (Ministério da Educação).

Suas médias de 5,8 para as primeiras quatro séries e de 4,7 para as últimas quatro do ensino fundamental em 2009 estavam previstas para serem alcançadas só em 2011 e superam o índice nacional de 4,6 e 4,0 e o estadual de 5,4 e 4,3, respectivamente.

Outro destaque é que 15 das 47 Emebs (escolas municipais de 1ª a 4ª série) tiveram índices acima de 6,0, a média nacional buscada para 2022 e adotada pelos países desenvolvidos.

O secretário de Educação de Jundiaí, Francisco Carbonari, diz ficar apreensivo com os resultados de uma avaliação externa, mas se mostra satisfeito com os resultados.

“Demos um bom salto na nota, mas precisamos continuar progredindo.”

Uma das escolas que superou a meta é a Emeb Marcos Gasparian (Centro), com nota 7,1. “É uma alegria saber que nossos esforços valeram a pena, diz a coordenadora Sônia Maria Saridelli.

Superação
Entre as 38 escolas estaduais (5ª a 8ª série) houve pequenas variações positivas e negativas, mesmo em escolas tradicionais da cidade.

Mas algumas surpreenderam. A escola estadual do Parque Almerinda Chaves saltou de 3,8 em 2007 para 5,6 em 2009 (o índice é feito a cada dois anos).

A Diretoria de Ensino, da Secretaria Estadual de Educação, não se manifestou sobre os resultados.

Na parte de baixo do ranking, a escola estadual Feliciano de Oliveira, no Jardim Tamoio, ficou com 3,7 (depois de 3,9 em 2007).

“Dos 800 alunos, quase a metade vem apenas pelo Bolsa Família e não recebe estímulo familiar. É outra realidade, onde os alunos enfrentam muitas dificuldades”, afirma a diretora Sueli Silva.

A escola atende a partir do 6º ano (antigo 5º) até o ensino médio. Apesar do desafio, a diretora afirma que a escola não pode desistir da meta e do prazo estipulados.

Como é o cálculo
O Ideb é um indicador criado em 2007 pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) e reúne dois conceitos sobre a qualidade da educação: fluxo escolar e médias de desempenho nas avaliações. De acordo com o Inep, as metas permitem mobilizar a sociedade pela educação. (com José Arnaldo de Oliveira)

Maior nota atribui resultado a conjunto
Com 50 anos de atividades, a escola municipal José Romeiro Pereira (o Geva), na Vila Progresso, atingiu 7,2 no índice com a mistura de professores estáveis, estímulo aos estudantes e envolvimento dos pais.

Mas a tecnologia também faz parte dessa receita: a escola integra o grupo que usa equipamentos de tecnologia, como a lousa digital e os computadores para os alunos (“classmates”).

A coordenadora Gláucia Zoé Silva Nitsch, 40 anos, acredita que os equipamentos exigem projetos adequados.

“Temos maratonas de matemática duas vezes por ano, estimulamos a redação e as feiras culturais ou de ciências atraem os pais.

Os alunos não são mais apenas do bairro, como antes. Mas o grupo docente tem essa busca de estimular alunos e famílias”, diz.
Com a carga de trabalho de 30 horas, os professores usam parte do dia para o planejamento. A escola, com biblioteca e tecnologia, não conta com laboratório de ciências.

Tania Luísa
Especial para o BOM DIA

fonte: BOM DIA, publicado em 05/07/10

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Outros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/jundiai-adianta-metas-para-educacao/