Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

 Manifesto deve consolidar rede de apoio de entidades do Aglomerado Urbano

Publicada em 30/11/2017 às 18:07 | por Comunicação Voto Jundiaí

A ideia da criação de uma rede que reúna grande parte das entidades da sociedade civil do Aglomerado Urbano de Jundiaí começou a tomar forma em encontro realizado pelo Movimento Voto Consciente no Colégio Professor Luiz Rosa e Faculdade Jundiaí/Uniesp. As entidades decidiram – após participar de palestras sobre captação e gestão de recursos no terceiro setor e de grupos de trabalho – elaborar manifesto, propor parcerias e manter contatos nas redes sociais. Os debates serão retomados em outro evento marcado para o começo do próximo ano no Lar Anália Franco, em Jundiaí.

No sábado as entidades, que atuam em diferentes áreas, como assistência social, educação, cultura, meio ambiente, controle social, saúde e diversidade, além da causa animal, do idoso e de esportes, compartilharam ideias, informações e conhecimento sobre as cidades pertencentes ao Aglomerado – participaram associações de Jundiaí, Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Louveira e Cabreúva. Os representantes tomaram conhecimento também da importância da aplicação das políticas públicas no dia a dia dos movimentos e das organizações sociais, além de refletirem sobre identidade e cidadania.

“O próximo passo será a elaboração de manifesto para anunciar a formação da rede de entidades, a ser assinado por todas os participantes desse primeiro encontro”, afirmou a advogada e voluntária do Voto, Roberta Mangieri. Já o evento previsto para fevereiro ou março de 2018 prevê análise sobre a missão, a visão e os valores da rede a ser formada, além da capacitação financeira e administrativa dos integrantes das entidades. Capacitação essa que, segundo Roberta, foi uma necessidade em comum apontada pelos debatedores durante o encontro.

Palestra com o especialista Erick Servio de Paulo, da Passo a Passo Consultoria, abordou, entre outros assuntos, alguns aspectos dessa demanda . “Há poucas pessoas preparadas para captar recursos disponíveis nas esferas municipal, estadual e federal. É preciso capacitar até voluntário, se for o caso”, disse ele. Outra palestra realizada no sábado ficou a cargo da consultora Ivy Frizo de Melo, da Quiron – educação para o protagonismo, com o tema “Inovação social para comunicação no terceiro setor”.Mediaram ainda dinâmica sobre políticas públicas o cientista político, do Cidade Democrática, Henrique Parra Parra Filho e a advogada Rose Gouvea, da ONG Aliados.

Na sexta-feira, dia da abertura do encontro, o advogado Rodrigo Mendes Pereira abordou o tema “A importância das entidades da sociedade civil para a manutenção da democracia” e fortalecimento do “tecido social” da Aglomeração Urbana de Jundiaí. A assessora de Políticas para a Diversidade Sexual, Kelly Galbieri, ligada à Casa Civil, representou o prefeito Luís Fernando Machado. Daniele Ruiz, representante da Rede de Cooperação Jundiaí, ligada à unidade de Governo e Finanças, também esteve presente ao encontro.

Ponte

Durante as palestras foram citadas ainda algumas alternativas para captação de recursos junto aos órgãos públicos. Foi o caso de Laís Brigoni, da ONG Sonhar Acordado, de Jundiaí, que atua junto a instituições, hospitais, casas de apoio e orfanatos. “Temos a empresa Phomenta, parceira do Instituto Phi, que faz uma ponte com pessoas que se voluntariam para ajudar entidades a captar recursos”, afirmou. Ainda durante o encontro Teles Manoel, outro participante ligado ao GAA Semente, de Apoio à Adoção, foi sorteado para frequentar o curso de capacitação da Passo a Passo Consultoria.

Cláudia Muller é jornalista e voluntária do Voto

Comunicação Voto Jundiaí

Leia mais sobre Outros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/manifesto-deve-consolidar-rede-de-apoio-de-entidades-do-aglomerado-urbano/