Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Meio ambiente e sociedade: uma questão de mudança de valores, não de marketing

Publicada em 18/04/2011 às 14:43 | por Lucas Maretti

Minha recente experiência como bolsista na faculdade onde estudo, em um laboratório que realiza pesquisas que visam a melhorias no meio ambiente, só fez aumentar meu interesse por este assunto, há pouco tempo tão difundido entre a sociedade. Com isso, passei a ler livros, artigos e assistir a documentários e palestras sobre o tema.

Passei a reparar que, muitas vezes, o debate carece do essencial: conteúdo; principalmente por parte de empresas, que adotaram de vez os termos “eco”, “verde” como sufixo nas descrições de seus produtos em muitos casos apenas como uma questão de publicidade, com o raso objetivo de tornar a mercadoria palatável aos consumidores.

Exemplo disso é a Apple, que sempre busca passar a imagem de empresa jovem e antenada com as questões ambientais, mas que comprovadamente realiza o descarte de seus produtos em países de terceiro mundo africanos e já foi à justiça por fabricar iPods cuja bateria parava de funcionar após um ano de uso. Essa predisposição de um produto de parar de funcionar depois de um determinado tempo recebeu o nome de “obsolescência programada” ¹ por designers de produto e os defensores de tal idéia é que desta maneira, as pessoas estarão sempre consumindo, desta forma mantendo a economia sempre ativa. Mas nesse ponto cabe as perguntas: precisa tamanho consumismo como se vê nos dias de hoje para manter uma economia manter-se funcionando? Além disso, com a quantidade de resíduo nocivos ao meio ambiente que práticas como essa geram, vale mesmo a pena a curto e longo prazo manter um estilo de vida como esse?

O único agente da sociedade capaz de mudar essa situação é o cidadão, consumidor desses produtos. E a maneira que dispõe de garantir que uma empresa esteja atuando de acordo com as normas ambientais e de fato esteja pondo nas prateleiras um produto “eco” ou “verde” é informando-se e mobilizando-se, conforme expôs Jared Diamond em “Colapso”, referindo-se ao problema da poluição do meio ambiente por empresas mineradoras: “ o público (…) é tão responsável por tal inação quanto os mineradores e governo; nós, o público, temos a responsabilidade final. As empresas de mineração só se comportarão de outro modo quando a pressão do público forçar os políticos a votarem leis exigindo um comportamento diferente das empresas de mineração.”

Nos EUA, a partir da mobilização de um cidadão, o caso dos iPods foi parar na justiça e a Apple foi obrigada a disponibilizar um serviço de troca de baterias.

Com a internet e as redes sociais, não existe mais a desculpa de que é impossível mobilizar um grupo de pessoas em torno de uma causa. Jundiaí tem mostrado isso ao promover um twittaço pela #culturajundiai que atingiu os trending topics do Brasil, bem como a organização de uma bicicletada que reuniu mais de 50 pessoas. A cidade foi também um exemplo nacional no caso do banimento do uso das sacolinhas plásticas em supermercados². Que esses exemplos sirvam de influência para a criação de cada vez mais iniciativas inovadoras e tranparentes.

¹“Obsolescência Programada” – excelente documentário realizado pela emissora espanhola RTVE sobre esse conceito, tão pouco difundido entre os consumidores mas tão popular entre designers de produto. (link: https://www.ideafixa.com/comprar-tirar-comprar)

² Matéria da Folha de S. Paulo sobre a proibição das sacolinhas plásticas em supermercados jundiaienses, de 25/02/2011. (link: )


Leia mais sobre Outros

Uma resposta para “Meio ambiente e sociedade: uma questão de mudança de valores, não de marketing”

  1. Cara, seu exemplo é de uma atualidade provocadora! Apple vindo para Jundiaí e inúmeros casos de falhas com meio ambiente e com os funcionários de suas montadoras e tercerizadas.

    Suas perguntas essenciais que não deixam nossas conversas:

    “precisa tamanho consumismo como se vê nos dias de hoje para manter uma economia manter-se funcionando? Além disso, com a quantidade de resíduo nocivos ao meio ambiente que práticas como essa geram, vale mesmo a pena a curto e longo prazo manter um estilo de vida como esse?”

    Feliz por te ler aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/meio-ambiente-e-sociedade-uma-questao-de-mudanca-de-valores-nao-de-marketing/