Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

O CIDADÃO-VEREADOR

Publicada em 28/08/2009 às 11:59 | por Voto Consciente Jundiai

Ao acompanhar os trabalhos de uma Câmara de Vereadores paulista, tive mais um momento de revolta e indignação. Os nobres edis desta cidade paulista, votaram contra um projeto para fornecer, de uma forma gratuita, transporte para creches.
Parti da indignação para indagação sobre este projeto de lei e, com observância ao seu mérito, temos como prejudicados centenas de cidadãos que são pais e familiares. Acredito que os nobres edis devam fazer uma autoreflexão sobre seu papel quanto vereador, como agente político que atua no âmbito dos municípios, a nível legislativo.

O vereador tem a função de representar, ele deve trazer para o debate na Câmara de Vereadores questões relacionadas ao interesse dos cidadãos como um todo e não atuar para uma minoria. Como representante da população, ele deveria ser a voz dos menos favorecidos, do cidadão, dos grupos organizados, das associações, ele deveria estar consciente de seus deveres e dos direitos dos cidadãos e das preocupações coletivas da sociedade.Em relação ao projeto, para fornecer de uma forma gratuita transporte para creches, há uma fragrante falta de consciência em preservar os direitos dos cidadãos e das preocupações coletivas da sociedade, pois, segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), é dever solidário dos entes estatais prestar o transporte escolar gratuito das crianças e adolescentes matriculados na rede pública de ensino, sendo cabível o bloqueio de valores para atendimento do direito fundamental à educação. Os prejudicados neste caso, além de serem cidadãos, são eleitores. A meu ver, deveriam se lembrar nas próximas eleições daqueles que foram contrários a seus interesses e da clara ação contra a cidadania. Os edis brasileiros ficam cada vez mais distantes do verdadeiro papel do vereador, deveriam se lembrar que a Cidadania está presente em todos nossos dias. Cidadania é a tomada de consciência de seus direitos e deveres, e, desta forma, ser realmente um cidadão.Eu acredito que a culpa deste desatino é minha e da população como um todo, pois nosso dever não termina no ato de votar, precisamos cobrar e participar. O voto serve para escolhermos representantes que, em nossa opinião, tenham a verdadeira intenção de nos assegurar os valores que formam a cidadania. Temos o dever de lembrar os políticos eleitos que eles nos representam e caso não estejam fazendo o que prometeram, devemos nos manifestar.
Professor Marcelo Pilon
https://twitter.com/marcelopilon

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

3 respostas para “O CIDADÃO-VEREADOR”

  1. Avatar Libertas disse:

    É isso aí MarceloPilon, agora só falta dizer quem é o joio e quem é o trigo! Do jeito que você escreveu, generalizou tudo, dá a impressão que todos os vereadores são iguais… tá com medo de dizer quem não merece o voto dos eleitores, então ao menos diga o nome de quem apresenta bons projetos!

  2. Avatar Henrique Parra Parra Filho disse:

    É sempre uma boa preocupação essa de ressaltarmos os que votaram de outra maneira.

    Libertas, desde já deixo o espaço aberto para que você, da mesma forma que o Professor Marcelo, mande textos.

    Um abraço,
    Henrique Parra Parra Filho

  3. Avatar Antonio Carlos disse:

    Quem acompanha as reuniões da Câmara VÊ, que é um desrespeito aos cidadãos, os ditos nobrs vereadores da situação nem ouvem os projetos apresentados parece que já esta tudo arranjado.

    Parecem marionetes.O presidente chama para votar o painel acusa os dois votos dos vereadores da oposição e o resto.

    Situação = 14 vereadores (várias siglas)
    Oposição = 02 vereadores PT.

    Conforme o professor Marcelo concordo que devemos desde já, cobrar destes representantes do povo e também pensar melhor nas próximas eleições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/o-cidadao-vereador/