Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Os dois caminhos do PDT

Publicada em 20/08/2009 às 20:12 | por Voto Consciente Jundiai

CÂMARA

20/8/2009

VALTER TOZETTO JR. Fernando Bardi e José Dias, os dois do PDT

Fernando Bardi e José Dias, os dois do PDT

O diretório municipal do PDT em Jundiaí vive momento turbulento com a possibilidade de ter uma chapa de oposição. Alexandre ´Ferrinho´ Rossi, ex-vereador na legislatura de 1989-1992, e Carmelito Ferreira de Jesus, um dos fundadores da legenda na cidade, encabeçam um grupo que demonstra descontentamento com a executiva municipal do partido.

“Não ficamos sabendo das datas e pautas das reuniões. Até agora não nos informaram sobre a realização da convenção partidária e nunca temos retorno quando pedimos alguma informação”, afirma Ferrinho, que é assessor especial da Prefeitura de Jundiaí e trabalha na Casa da Cultura.

“Vamos insistir em tentar um diálogo com a executiva municipal, mas se não conseguirmos teremos que compor uma chapa de oposição”, afirma Carmelito. De acordo com ele, o grupo que estaria descontente com a atual executiva do partido é encabeçado por 20 nomes.

“Desconheço a existência de grupo descontente com a legenda. Se existe, esse descontentamento não chegou até mim”, diz o presidente do PDT, João Henrique dos Santos. “Depois que o Ferrinho assumiu cargo de confiança na atual administração ele passou a fazer críticas ao PDT.”

Segundo informou a consultoria jurídica do PDT de Jundiaí, o diretório municipal ainda aguarda um parecer da executiva estadual do partido para definir a data da convenção no município. O PDT foi fundado em 1982 em Jundiaí e tem cerca de 500 filiados ativos, segundo informou o atual presidente.

Postura – Historicamente, a legenda sempre defendeu a administração municipal em Jundiaí. A exceção ocorreu no ano passado, quando o partido apoiou o então candidato a prefeito Pedro Bigardi, do PCdoB, fazendo oposição ao candidato governista, Miguel Haddad (PSDB).

Na Câmara, os vereadores do partido têm votado sempre favoráveis ao Executivo em projetos de lei e requerimentos de informação protocolados pelos vereadores da oposição. “Em reunião do diretório, ficou decidido que nós deixaríamos os vereadores livres para votar como quisessem”, diz o presidente do PDT em Jundiaí.

“Voto de acordo com a relevância da proposta, independente de quem for o autor do projeto”, afirma o vereador Fernando Bardi. “Política a gente faz durante a campanha.” O outro vereador do partido, José Dias, não retornou ontem aos recados deixados pela reportagem até o fechamento desta edição.

ELTON FERNANDES
Notícias relacionadas:

fonte: JJ

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/os-dois-caminhos-do-pdt/