Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

PCdoB/PDT

Publicada em 05/11/2008 às 15:25 | por Voto Consciente Jundiai
Nos passos de Brizola, ser político é uma nova fase da sua vida
Fernando Bardi afirma se sentir responsável por melhora em segurança
Julianna Granjeia
Influenciado por Getúlio Vargas e Leonel Brizola, o delegado e professor de direito penal Fernando Bardi filiou-se ao PDT há 12 anos.

Depois de se candidatar a deputado estadual em 2006, sem sucesso, Bardi assume uma cadeira na Câmara de Jundiaí no ano que vem. Ele divide com o outro delegado eleito, Paulo Sérgio (PV), a responsabilidade de melhorar a segurança do município.

“Mais de seis mil pessoas elegeram dois delegados vereadores. A população está preocupada com a segurança pública e acredita no nosso trabalho”, diz Bardi. Trânsito também está na sua pauta.

Ele foi eleito pelo partido da coligação de Pedro Bigardi (PC do B). No entanto, diz que a disputa entre situação e oposição deve ficar apenas para durante a campanha. “O que é bom para a cidade está acima de partidos. Se eu achar que um projeto é bom para a cidade eu votarei a favor.”

No seu mandato, o delegado pretende ampliar os Anjos da Guarda. “Será uma reivindicação imediata ao prefeito eleito Miguel Haddad [PSDB]. A mãe do aluno fica mais tranqüila vendo que seu filho vai estudar com segurança.”

Outro projeto de Bardi é a criação da Secretaria Municipal de Segurança Pública, que também é reivindicação de Paulo Sérgio.

“Minha idéia é criar um centro de comunicação integrada entre as polícias, Guarda Municipal, Samu, agentes de trânsito, Defesa Civil e serviço funerário para otimizar e organizar o atendimento de emergência.”

Em cada viela do morro há um eleitor que vota no Zé
José Dias vai ao 4º mandato e com liderança no São Camilo confirmada
Roberta de Sá

“Irmãozinho, cheguei lá de novo”. Vereador com maior apelo popular da Câmara de Jundiaí, José Carlos Ferreira Dias (PDT), 62 anos, o Zé Dias, chega ao quarto mandato e mostra que a liderança que desenvolve junto à comunidade do morro do São Camilo continua firme e forte.

Com 2.740 votos, Zé Dias foi o 10º vereador mais votado, afinal, é referência para uma região onde 2,5 mil famílias vivem em núcleo de submoradia

No bairro, Zé Dias é conhecido em cada viela, mas não gosta de ser chamado de o “dono do morro”. Porém, admite que é um líder no São Camilo e que circula pelo local quando quer.

“Tenho cautela para não me envolver com o tráfico. E não sou dono de nada, só tenho um trabalho com aquele povo sofrido”, diz.
Zé Dias entrou na política em 1992. Antes, era comerciante e auxiliava os moradores que formaram o núcleo participando de mutirões para construção e oferecendo mercadorias “fiado”.

Sua primeira campanha foi em 1992, mas não foi eleito. Depois, intensificou os trabalhos junto à comunidade, chegou à Câmara em 1996 e não saiu mais.

“Comecei a atuar também em outros lugares, como na Baixada Paranaense e no Novo Horizonte”, diz, sem se considerar um assistencialista, mas admitindo que seus votos vêm dessa “ajuda” que dá aos necessitados.

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/pcdobpdt/