Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Pedro Bigardi, à vontade na Assembléia

Publicada em 24/05/2009 às 12:13 | por Voto Consciente Jundiai

ENTREVISTA

24/5/2009

FABIANO MAIA Primeiro projeto apresentado por político jundiaiense, em SP, quer declarar de utilidade pública a Associação dos Aposentados.

Primeiro projeto apresentado por político jundiaiense, em SP, quer declarar de utilidade pública a Associação dos Aposentados.

Cobrar políticas de planejamento urbano, estabelecendo critérios, é o foco de um projeto de lei que será apresentado, em junho, pelo deputado estadual Pedro Bigardi (PCdoB). Como único representante do partido na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), Bigardi conseguiu, em 60 dias no cargo, se inserir nas discussões e traçar os planos para sua atuação. Na última semana, protocolou o primeiro projeto no Legislativo: a estreia do jundiaiense teve como objetivo declarar de utilidade pública a Associação dos Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região, item que deve entrar em votação nos próximos dias. “São 30 anos de trabalho, por isso, acho este reconhecimento necessário, além do que deve ajudar a formatar benefícios”, acredita.

O político decidiu dedicar os primeiros dias na Assembleia a sua adaptação. Ele imaginava que fosse demorar mais tempo até se adequar à realidade da Casa, mas se surpreendeu. “Tem sido um trabalho intenso e interessante. Esperava um período de adaptação maior, mas consegui muitas coisas em pouco tempo.”

Para dar mais fôlego ao trabalho na Capital, Bigardi montou um escritório em Jundiaí, na rua Zuferey. Ali, trabalha, planeja os projetos e atende a população, bem como políticos de Jundiaí e Região. Desde que assumiu, também se preocupou em ter conversas pessoalmente – ele foi recebido por Executivo e Legislativo de Jundiaí, Campo Limpo, Várzea Paulista, Louveira, Jarinu, Itupeva, Cabreúva e Bragança Paulista, além de visitar entidades. Caieiras, Franco da Rocha e Francisco Morato também integram a Região de atuação.

A partir de junho, ele deve apresentar outros dois projetos, entre os quais o de planejamento e meio ambiente e outro relacionado à segurança. “O primeiro (de planejamento) se refere a todo o Estado, mas vai atender a nossa Região”, explica. Bigardi também vai buscar verbas para a Região, por meio de emendas parlamentares destinadas durante a análise da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Estado. Estas emendas trarão recursos em 2010 e 2011. O valor, segundo ele, gira em torno de R$ 2 milhões ou R$ 3 milhões, anual e por deputado. “Não é um valor fixo. Quando vir o orçamento, poderei apontar projetos, de acordo com os recursos”, detalha. O comunista também tenta aproveitar recursos que sobraram na Assembleia no ano passado. “Isso é mais complicado, mas estamos tentando.” Formado em engenharia, Bigardi pretende ser um deputado voltado para as áreas de saúde e assistência social. Suas ações ainda vão englobar questões relacionadas ao meio ambiente.

Ao longo destes dois meses, ele apresentou moções e requerimentos. A pedido do Sindicato dos Metalúrgicos, o deputado elaborou uma moção, de apelo ao Governo Federal, que solicita a redução do IPI para máquinas agrícolas e ônibus. “As metalúrgicas, que atendem o mercado interno e sofrem com a crise, poderão ser fortalecidas.” Houve outras solicitações ao Governo do Estado: para instalação de iluminação pública na estrada velha de São Paulo, no trecho entre o Castanho e a avenida Brasil, e por melhorias no acesso ao câmpus da USP Leste, que precisa de pavimento e iluminação. O pedido partiu de estudantes. “Cobramos as secretarias para que sejam atendidos.”

ROBERTA BORGES

Notícias relacionadas:

fonte: JJ

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/pedro-bigardi-a-vontade-na-assembleia/