Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Pela ordem 31/12

Publicada em 31/12/2008 às 10:04 | por Voto Consciente Jundiai

CENA POLÍTICA

31/12/2008

Cara nova na Cijun – Além de Walter da Costa e Silva Filho, Miguel Haddad anunciou ontem o novo nome para ocupar a diretoria da Cijun (Companhia de Informática de Jundiaí). Trata-se de Daniel Bocalão Júnior, 45 anos, sendo 22 deles de experiência em tecnologia da informação. “Venho para agregar valor ao modelo de resultados, auxiliando o desenvolvimento de todas as outras secretarias”, definiu. Para assumir a Cijun, ele se desligou de cargo ocupado na Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).


Mais dois ou três – A véspera da posse de Miguel será marcada por reuniões e anúncio de mais dois ou três novos secretários. “Trabalho o dia 31 até as 18 horas”, afirmou o prefeito eleito. Após anúncios para pastas de Educação, Finanças, Assuntos Parlamentares, Recursos Humanos e Transportes, a principal expectativa, agora, é pela escolha para a Secretaria de Saúde. Vários nomes já foram cogitados para a cadeira. As últimas especulações dão conta que o nome virá de fora de Jundiaí.

Erro histórico – Após a ausência em debate da ONG Voto Consciente do virtual presidente da Câmara de Jundiaí, José Galvão Braga Campos, o Tico (PSDB), o coordenador do entidade organizadora, Henrique Parra Parra Filho, afirmou que o tucano tinha dois dias (a contar de anteontem) para não cometer um “erro histórico”. “Ele vai ser eleito sem, ao menos, ter divulgado suas propostas. Seus atos nessas semanas foram de política com ‘p’ minúsculo”, disparou Parra Parra Filho. Tico participou de boicote de vereadores da base aliada ao debate promovido pela ONG, na última segunda-feira.

Teste para oposição – Quando as perguntas do debate sobre a presidência da Câmara foram abertas aos participantes, o vereador eleito, Durval Orlato (PT), aproveitou para cutucar o pedetista José Dias (PDT), que, em tese, irá compor o bloco de oposição no próximo mandato. “O PT fechou apoio ao Bardi (Fernando) e este declinou a sua candidatura (está indeciso). Se isso acontecer a Marilena será candidata. Você votará nela?”, indagou. Na defensiva, o pedetista não teve saída: “Se ela sair (candidata) e o PDT apoiá-la eu votarei sim”, afirmou Zé Dias.

fonte: JJ

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/pela-ordem-3112/