Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Poder público cria 49 novos cargos de chefia

Publicada em 12/02/2010 às 14:12 | por Voto Consciente Jundiai

>REESTRUTURAÇÃO

12/2/2010

MATEUS VIEIRA Para o secretário Oraci Gotardo, iniciativa agiliza trabalho do poder público

Para o secretário Oraci Gotardo, iniciativa agiliza trabalho do poder público

Mais 10 cargos de diretores e outros 39 de chefia em diferentes secretarias serão criados pela Prefeitura de Jundiaí. Haverá ainda alteração de salário de superintendentes, do comandante da Guarda Municipal, do assessor especial e do secretário adjunto de Esportes.

O projeto de lei 10.542/2010, de autoria do prefeito Miguel Haddad (PSDB), já está na pauta da sessão ordinária da próxima quarta-feira (17), às 9 horas (a data foi alterada por conta do Carnaval). O poder público não informou, ontem, quanto as alterações de salários e criação dos cargos vão custar ao município.

De acordo com o projeto, os cargos de diretor servirão para as seguintes pastas: Casa Civil, Comunicação Social, Assuntos Parlamentares, Serviços Públicos, Educação e Esportes, Saúde, Assistência e Desenvolvimento Social e Agricultura. No caso das secretarias de Serviços Públicos e Saúde, haverá dois indicados para cada um dos órgãos.

Os diretores serão indicados pelo Executivo e, portanto, ocuparão cargos em comissão (em que é dispensada a realização de concurso público). Cada um deles receberá R$ 4.301,34 – símbolo CC-03.

Aumentos de salário – O projeto também autoriza a criação de outros 39 cargos de Funções de Confiança (FC) para as secretarias da Casa Civil (cinco chefes de Divisão); Negócios Jurídicos (chefe de Expediente da Diretoria e de Expediente da Procuradoria Fiscal); Saúde (30 chefes de unidade); Assistência e Desenvolvimento Social (chefe de Expediente do Departamento de Assistência Judiciária Gratuita e chefe de Seção). Os salários destes, no entanto, não estão especificados na proposta.

Além disso, os superintendes da Fundação Municipal de Ação Social (Fumas), Eduardo Palhares; da Fundação Televisão Educativa (TVE) de Jundiaí, Ademir Pedro Victor; e o presidente do Instituto de Previdência do Município de Jundiaí (Iprejun), João Carlos Figueiredo, terão um reajuste de 10% no pagamento – o equivalente a R$ 742,95 (quase um salário mínimo e meio). Eles passarão de CC-01 (R$ 7.429,55) para CC-00 (R$ 8.172,50).

Já o comandante da GM, Paulo Sérgio de Lemos Giacomelli Stel, o Jacó, e o secretário adjunto de Esportes, Alaércio Borelli, terão reajuste de R$ 1.565,63 (26,69%) – equivalente a três salários mínimos – e passam de R$ 5.863,92 para R$ 7.429,55. O assessor especial é outro que se beneficia com a reestruturação.

Ele recebe uma nova denominação (assessor de relações institucionais) e passa a ganhar R$ 5.863,92 – o antigo salário era de R$ 4.301,34 (36,32% de aumento, que equivale a R$ 1.562,58). “A cidade cresceu e os secretários vão poder administrar melhor delegando atribuições a novos departamentos”, explicou o secretário de Assuntos Parlamentares, Oraci Gotardo.

EMERSON LEITE

fonte: JJ

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Outros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/poder-publico-cria-49-novos-cargos-de-chefia/