Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Prefeitura de Jundiaí não quer mais “palpite” no Plano Diretor

Publicada em 09/04/2010 às 10:29 | por Voto Consciente Jundiai

sex, 09/04/10 por milton.jung | categoria Adote um Vereador | tags , , , , ,

Abaixo-assinado em Jundiaí

Cerca de 3.400 assinaturas e a mobilização da sociedade não sensibilizaram a prefeitura de Jundiaí a ampliar a discussão sobre o Plano Diretor Estratégico da cidade do interior paulista com o cidadão. Na reunião do Comitê Gestor, realizada esta semana, o secretário municipal de Planejamento Jáderson Spina anunciou que não aceita a realização de ao menos uma audiência pública, como foi requerido em documento organizado pelo Movimento Voto Consciente de Jundiaí e outras organizações sociais, antes do projeto ser enviado à Câmara Municipal.

Segundo relato de participantes do encontro, o secretário quer deixar a audiência para depois que o Plano já estiver elaborado pela prefeitura: “quanto mais tempo demorar, mais palpites e pressão surgirão”, teria dito durante a reunião nessa quinta-feira, na cidade.

Henrique Parra Parra, um dos articuladores do abaixo-assinado, disse que “este será um plano de alguns e as pessoas que não participarem dele – quase todas – se sentirão menos donas da cidade, afeta o sentimento de pertencimento”.

fonte: blog do Milton Jung

*Agradecemos o espaço e a divulgação. Principalmente pelo tom sereno, pela clareza e pela objetividade. O texto está num tom que nos é familiar e representa bem o que temos feito.
De fato foi isso o que ouvimos e esperamos a resposta oficial ao nosso ofício, para podermos responder aos 3.400 jundiaienses que pedem uma Audiência Pública. A única audiência feita foi numa terça-feira, de manhã, no DAE. Além do local e horário pouco acessíveis, ela foi feita depois de apresentarmos mais de 1.700 assinaturas que já tínhamos conseguido.
O próprio Conselho Municipal de Meio Ambiente – que tem metada dos membros da própria Prefeitura – aprovou moção de repúdio a essa audiência e a Comissão de Revisão do Plano também reclama falta de tempo para analisar com calma.

Acompanhe toda essa história aqui
Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Outros

8 respostas para “Prefeitura de Jundiaí não quer mais “palpite” no Plano Diretor”

  1. Avatar Professor Marcelo Pilon disse:

    Em Jundiaí nós temos um sistema político de uma cidade provinciana, mas com um orçamento de uma capital, um bilhão de reais. Temos um grupo dominante e a vassalagem legislativa que oferece ao senhor prefeito, ou suserano, fidelidade e trabalho em troca de proteção aprovando tudo que é de interesse do senhor prefeito. Em relação ao plano diretor o que se propaga é que por trás de tudo existe um lobby de empreendedores imobiliários, inclusive alguns caciques do partido do prefeito que não querem interferência em seus negócios.

  2. Avatar Professor Marcelo Pilon disse:

    Em Jundiaí nós temos um sistema político de uma cidade provinciana, mas com um orçamento de uma capital, um bilhão de reais. Temos um grupo dominante e a vassalagem legislativa que oferece ao senhor prefeito, ou suserano, fidelidade e trabalho em troca de proteção aprovando tudo que é de interesse do senhor prefeito. Em relação ao plano diretor o que se propaga é que por trás de tudo existe um lobby de empreendedores imobiliários, inclusive alguns caciques do partido do prefeito que não querem interferência em seus negócios.

  3. Avatar Professor Marcelo Pilon disse:

    Em Jundiaí nós temos um sistema político de uma cidade provinciana, mas com um orçamento de uma capital, um bilhão de reais. Temos um grupo dominante e a vassalagem legislativa que oferece ao senhor prefeito, ou suserano, fidelidade e trabalho em troca de proteção aprovando tudo que é de interesse do senhor prefeito. Em relação ao plano diretor o que se propaga é que por trás de tudo existe um lobby de empreendedores imobiliários, inclusive alguns caciques do partido do prefeito que não querem interferência em seus negócios.

  4. Avatar Professor Marcelo Pilon disse:

    Em Jundiaí nós temos um sistema político de uma cidade provinciana, mas com um orçamento de uma capital, um bilhão de reais. Temos um grupo dominante e a vassalagem legislativa que oferece ao senhor prefeito, ou suserano, fidelidade e trabalho em troca de proteção aprovando tudo que é de interesse do senhor prefeito. Em relação ao plano diretor o que se propaga é que por trás de tudo existe um lobby de empreendedores imobiliários, inclusive alguns caciques do partido do prefeito que não querem interferência em seus negócios.

  5. Avatar Paulo disse:

    Professor Marcelo Pilon disse…

    Aparentemente, o "sistema político" ao que o senhor se refere, deve ser o sistema federativo e o sistema eleitoral, ambos definidos na Constituição da República.

    Ora, salvo engano meu, estes sistemas são aplicáveis a todo o Brasil, e não há exceção a Jundiaí.

    Quanto à sua afirmação de que os membros do Poder Legislativo no município fazem "vassalagem legislativa", seria conveniente que o senhor elaborasse um pouco mais sobre o tema, pois senão fica-se com a impressão de que há referência a uma troca de favores escusos entre executivo e legislativo municipais. Minha intervenção se deve ao fato de que o senhor está generalizando uma questão que envolve muitas pessoas, sem indicar quais condutas e quem.

    Quanto à sua última afirmação, novamente, seria importante indicar "Quem propaga" e "o que" sobre "quem".

  6. Avatar Paulo disse:

    Professor Marcelo Pilon disse…

    Aparentemente, o "sistema político" ao que o senhor se refere, deve ser o sistema federativo e o sistema eleitoral, ambos definidos na Constituição da República.

    Ora, salvo engano meu, estes sistemas são aplicáveis a todo o Brasil, e não há exceção a Jundiaí.

    Quanto à sua afirmação de que os membros do Poder Legislativo no município fazem "vassalagem legislativa", seria conveniente que o senhor elaborasse um pouco mais sobre o tema, pois senão fica-se com a impressão de que há referência a uma troca de favores escusos entre executivo e legislativo municipais. Minha intervenção se deve ao fato de que o senhor está generalizando uma questão que envolve muitas pessoas, sem indicar quais condutas e quem.

    Quanto à sua última afirmação, novamente, seria importante indicar "Quem propaga" e "o que" sobre "quem".

  7. Avatar Paulo disse:

    Professor Marcelo Pilon disse…

    Aparentemente, o "sistema político" ao que o senhor se refere, deve ser o sistema federativo e o sistema eleitoral, ambos definidos na Constituição da República.

    Ora, salvo engano meu, estes sistemas são aplicáveis a todo o Brasil, e não há exceção a Jundiaí.

    Quanto à sua afirmação de que os membros do Poder Legislativo no município fazem "vassalagem legislativa", seria conveniente que o senhor elaborasse um pouco mais sobre o tema, pois senão fica-se com a impressão de que há referência a uma troca de favores escusos entre executivo e legislativo municipais. Minha intervenção se deve ao fato de que o senhor está generalizando uma questão que envolve muitas pessoas, sem indicar quais condutas e quem.

    Quanto à sua última afirmação, novamente, seria importante indicar "Quem propaga" e "o que" sobre "quem".

  8. Avatar Paulo disse:

    Professor Marcelo Pilon disse…

    Aparentemente, o "sistema político" ao que o senhor se refere, deve ser o sistema federativo e o sistema eleitoral, ambos definidos na Constituição da República.

    Ora, salvo engano meu, estes sistemas são aplicáveis a todo o Brasil, e não há exceção a Jundiaí.

    Quanto à sua afirmação de que os membros do Poder Legislativo no município fazem "vassalagem legislativa", seria conveniente que o senhor elaborasse um pouco mais sobre o tema, pois senão fica-se com a impressão de que há referência a uma troca de favores escusos entre executivo e legislativo municipais. Minha intervenção se deve ao fato de que o senhor está generalizando uma questão que envolve muitas pessoas, sem indicar quais condutas e quem.

    Quanto à sua última afirmação, novamente, seria importante indicar "Quem propaga" e "o que" sobre "quem".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/prefeitura-de-jundiai-nao-quer-mais-%e2%80%9cpalpite%e2%80%9d-no-plano-diretor/