Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Prefeitura reconhece que nepotismo ainda impera

Publicada em 23/11/2008 às 09:01 | por Voto Consciente Jundiai
Quinta-feira, 20 de novembro de 2008 4:05:00

Municipalidade protela exoneração para o mesmo período do fim de contrato
Roberta de Sá

A Secretaria de Recursos Humanos admite que ainda há na prefeitura mais servidores públicos que se enquadram na súmula antinepotismo. Eles terão de ser exonerados.

Cinco pessoas foram demitidas pelo prefeito Ary Fossen (PSDB) no dia 31 de outubro. Os primeiros cortados eram irmãos, sobrinhos e filho de secretários municipais.

“Presumo que há mais pessoas, mas ainda não posso dizer quantas nem a data da demissão”, afirmou ontem ao BOM DIA o secretário de Recursos Humanos, Vicente de Paula Silva.

A lista com os nomes só sairá após a conclusão dos trabalhos feitos por uma comissão formada, semana passada, por 13 pessoas das secretarias de RH, Negócios Jurídicos e órgãos da administração indireta.

Eles estão analisando os questionários, onde os 459 comissionados tiveram que responder se são parentes de agentes políticos.

Pelo decreto publicado pelo Executivo em setembro, o grupo tem até o dia 30 de novembro para concluir o levantamento e apontar os parentes.

Com isso, as demissões devem ficar só para dezembro – neste mês ocorrem as exonerações automáticas de todos os comissionados contratados na gestão de Ary. O desligamento é feito no dia 31 de dezembro.

“Mas se tudo correr bem pode até sair antes de dezembro”, desconversa o secretário.

A prefeitura começou a se enquadrar na súmula, depois de pressão do Ministério Público que, em outubro, pediu providências e ameaçou processar o Executivo por improbidade administrativa.

Desde o final de 2006, o MP investiga os casos de nepotismo na prefeitura.

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/prefeitura-reconhece-que-nepotismo-ainda-impera/