Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Procura-se livraria em Jundiaí

Publicada em 29/07/2010 às 16:25 | por Lucas Maretti

Gosto muito de ler. Mas sei que não pertenço à maioria. Pesquisa recente na Folha de S. Paulo mostrou que a esmagadora maioria dos brasileiros ainda prefere a televisão, com suas novelas de atuações tão convincentes quanto o Felipe Massa dizendo que não houve marmelada na última corrida de Fórmula 1 e telejornais que repetem uns os outros. Ou quem sabe de programas que deveriam fazer rir como o Legendários, com seu “humor do bem”, que me fez querer assistir “Pânico” e o seu humor do inferno, só para me arrepender 5 minutos depois.

Mas voltando à literatura, queria apenas deixar a pergunta: quem gosta de livros, mais especificamente de comprá-los, deve se dirigir aonde em Jundiaí? Pensei logo na livraria Conhecer, na rua Zacarias de Goes. Arrependimento imediato: além de o espaço já ser pequeno, é quase que completamente dominado por livros infantis, agendas, “best-sellers” e livros que caem no vestibular. Qualquer coisa diferente disso deve-se fazer um pedido. Não, obrigado, isso posso fazer em casa.

Em seguida lembrei na Nobel, na 9 de julho. Mais arrependimento,agora com um pouco de estresse. Além de descobrir que a livraria não mais existe, tive que enfrentar trânsito daquelas obras que já duram tanto tempo que já me parecem parte integrante da cidade.

Pensei no shopping, ainda que nenhuma livraria tenha realmente emplacado ali naquele espaço perto do Habbib’s, sempre existia uma. Frustrado por duas decepções, decidi me prevenir. Perguntei à minha mãe, que tinha ido do Maxi recentemente, e descobri: nada de livraria. Não devem estar fazendo falta à cidade, pensei, já me conformando em fazer minhas compras pela internet mesmo.

Mas aí pensei: ouço tantos jovens reclamarem que “falta onde sair” na cidade e imagino que a decadência das livrarias na cidade tem muito de negligência governamental. Não há um mínimo de incentivo, de qualquer sorte. Em Campinas consigo pensar em 4 livrarias só em um raio de 2 km de onde moro. Há uma melhor que qualquer uma jundiaiense dentro da faculdade onde estudo.

Então me lembro que as prioridades são outras aqui. Os barulhos de caminhão de cimento, de marteladas, guindastes de mais uma –entre tantas!- obra de conjunto habitacional, de prédio de apartamento, de alargamento de avenida e destruição de córrego ou qualquer coisa do gênero refrescam minha memória.


Leia mais sobre Outros

18 respostas para “Procura-se livraria em Jundiaí”

  1. Avatar flavialacerda disse:

    Amantes dos livros não têm lugar na nossa cidade. Não tem uma livraria decente. Um tempo atrás escrevi um post a respeito em meu blog. Talvez você goste: http://flavialacerda.wordpress.com/2010/05/20/livros-e-livrarias/
    Um abraço!

  2. Avatar flavialacerda disse:

    Amantes dos livros não têm lugar na nossa cidade. Não tem uma livraria decente. Um tempo atrás escrevi um post a respeito em meu blog. Talvez você goste: http://flavialacerda.wordpress.com/2010/05/20/livros-e-livrarias/
    Um abraço!

  3. Avatar flavialacerda disse:

    Amantes dos livros não têm lugar na nossa cidade. Não tem uma livraria decente. Um tempo atrás escrevi um post a respeito em meu blog. Talvez você goste: http://flavialacerda.wordpress.com/2010/05/20/livros-e-livrarias/
    Um abraço!

  4. Avatar flavialacerda disse:

    Amantes dos livros não têm lugar na nossa cidade. Não tem uma livraria decente. Um tempo atrás escrevi um post a respeito em meu blog. Talvez você goste: http://flavialacerda.wordpress.com/2010/05/20/livros-e-livrarias/
    Um abraço!

  5. Avatar Gabriela disse:

    Já tive dificuldades em comprar livros em Jundiaí também, além da Livraria Conhecer existe uma no shopping Paineras, que possui pouca diversidade de livros.
    A solução foi comprar livros em lojas virtuais, ou recorrer as maravilhosas lojas de Campinas.
    Devo lembrar que também temos uma biblioteca municipal muito precaria, e no ensino de nossas escolas não há o estimulo a leitura, e sem esse estimulo é difícil criar o hábito de comprar livros.

  6. Avatar Gabriela disse:

    Já tive dificuldades em comprar livros em Jundiaí também, além da Livraria Conhecer existe uma no shopping Paineras, que possui pouca diversidade de livros.
    A solução foi comprar livros em lojas virtuais, ou recorrer as maravilhosas lojas de Campinas.
    Devo lembrar que também temos uma biblioteca municipal muito precaria, e no ensino de nossas escolas não há o estimulo a leitura, e sem esse estimulo é difícil criar o hábito de comprar livros.

  7. Avatar Gabriela disse:

    Já tive dificuldades em comprar livros em Jundiaí também, além da Livraria Conhecer existe uma no shopping Paineras, que possui pouca diversidade de livros.
    A solução foi comprar livros em lojas virtuais, ou recorrer as maravilhosas lojas de Campinas.
    Devo lembrar que também temos uma biblioteca municipal muito precaria, e no ensino de nossas escolas não há o estimulo a leitura, e sem esse estimulo é difícil criar o hábito de comprar livros.

  8. Avatar Gabriela disse:

    Já tive dificuldades em comprar livros em Jundiaí também, além da Livraria Conhecer existe uma no shopping Paineras, que possui pouca diversidade de livros.
    A solução foi comprar livros em lojas virtuais, ou recorrer as maravilhosas lojas de Campinas.
    Devo lembrar que também temos uma biblioteca municipal muito precaria, e no ensino de nossas escolas não há o estimulo a leitura, e sem esse estimulo é difícil criar o hábito de comprar livros.

  9. Avatar Patrícia Anette disse:

    Maretti e interessados,

    Temos espaços no portal CidadeDemocratica.org para discutir esse problema de Jundiaí:

    http://www.cidadedemocratica.org.br/topico/1495-espacos-publicos-de-leitura-em-jundiai

    http://www.cidadedemocratica.com.br/topico/671-livrarias-abandonaram-jundiai

    Creio que a única saída pra nós, por enquanto, é procurar os sebos. A Livraria Conhecer não é Livraria, é local pra encomendas, e a do Paineiras é de best sellers, quase exclusivamente.

    De sebos, sugiro o Sebo do Zé, na 23 de Maio (http://www.sebodoze.com.br/), ele tem um projeto super legal: faz de seu sebo uma biblioteca grátis (quem quiser paga uma quantia por mês de acordo com o que pode), que funciona como qualquer outra, você pode ficar com o livro durante 15 dias e renovar. Ele faz isso pra justamente recriar o hábito da leitura em Jundiaí, então acho interessante…

    E frequento o sebo da Galeria Boccino, na Barão, em frente à Matriz (é no segundo andar de uma loja de CDs, e o vendedor é muito atencioso)

    Parabéns pelo post!

  10. Avatar Patrícia Anette disse:

    Maretti e interessados,

    Temos espaços no portal CidadeDemocratica.org para discutir esse problema de Jundiaí:

    http://www.cidadedemocratica.org.br/topico/1495-espacos-publicos-de-leitura-em-jundiai

    http://www.cidadedemocratica.com.br/topico/671-livrarias-abandonaram-jundiai

    Creio que a única saída pra nós, por enquanto, é procurar os sebos. A Livraria Conhecer não é Livraria, é local pra encomendas, e a do Paineiras é de best sellers, quase exclusivamente.

    De sebos, sugiro o Sebo do Zé, na 23 de Maio (http://www.sebodoze.com.br/), ele tem um projeto super legal: faz de seu sebo uma biblioteca grátis (quem quiser paga uma quantia por mês de acordo com o que pode), que funciona como qualquer outra, você pode ficar com o livro durante 15 dias e renovar. Ele faz isso pra justamente recriar o hábito da leitura em Jundiaí, então acho interessante…

    E frequento o sebo da Galeria Boccino, na Barão, em frente à Matriz (é no segundo andar de uma loja de CDs, e o vendedor é muito atencioso)

    Parabéns pelo post!

  11. Avatar Patrícia Anette disse:

    Maretti e interessados,

    Temos espaços no portal CidadeDemocratica.org para discutir esse problema de Jundiaí:

    http://www.cidadedemocratica.org.br/topico/1495-espacos-publicos-de-leitura-em-jundiai

    http://www.cidadedemocratica.com.br/topico/671-livrarias-abandonaram-jundiai

    Creio que a única saída pra nós, por enquanto, é procurar os sebos. A Livraria Conhecer não é Livraria, é local pra encomendas, e a do Paineiras é de best sellers, quase exclusivamente.

    De sebos, sugiro o Sebo do Zé, na 23 de Maio (http://www.sebodoze.com.br/), ele tem um projeto super legal: faz de seu sebo uma biblioteca grátis (quem quiser paga uma quantia por mês de acordo com o que pode), que funciona como qualquer outra, você pode ficar com o livro durante 15 dias e renovar. Ele faz isso pra justamente recriar o hábito da leitura em Jundiaí, então acho interessante…

    E frequento o sebo da Galeria Boccino, na Barão, em frente à Matriz (é no segundo andar de uma loja de CDs, e o vendedor é muito atencioso)

    Parabéns pelo post!

  12. Avatar Patrícia Anette disse:

    Maretti e interessados,

    Temos espaços no portal CidadeDemocratica.org para discutir esse problema de Jundiaí:

    http://www.cidadedemocratica.org.br/topico/1495-espacos-publicos-de-leitura-em-jundiai

    http://www.cidadedemocratica.com.br/topico/671-livrarias-abandonaram-jundiai

    Creio que a única saída pra nós, por enquanto, é procurar os sebos. A Livraria Conhecer não é Livraria, é local pra encomendas, e a do Paineiras é de best sellers, quase exclusivamente.

    De sebos, sugiro o Sebo do Zé, na 23 de Maio (http://www.sebodoze.com.br/), ele tem um projeto super legal: faz de seu sebo uma biblioteca grátis (quem quiser paga uma quantia por mês de acordo com o que pode), que funciona como qualquer outra, você pode ficar com o livro durante 15 dias e renovar. Ele faz isso pra justamente recriar o hábito da leitura em Jundiaí, então acho interessante…

    E frequento o sebo da Galeria Boccino, na Barão, em frente à Matriz (é no segundo andar de uma loja de CDs, e o vendedor é muito atencioso)

    Parabéns pelo post!

  13. Avatar marcopolo disse:

    po cara faz falta sim e muita… eu gostava da siciliano q tinha no maxi.. na verdade era a unica loja q prestava naquele centro de alienação mútua

    o esquema é ir nas bibliotecas.. eu frequento a da argos que tem bastante coisa…. mas pra compra livro ta complicado mesmo.. pra voce ter uma ideia tive que da mor role pra acha um dicionario com a gramatica nova!!!
    o.0
    e best-sellers não fazem o meu agrado.. então ou é biblioteca ou é sebo… tem que ter muita paciencia no sebo mas vale a pena até… se quiser livros bons e novos só em campinas ou em sampa na saraiva..
    abraço

  14. Avatar marcopolo disse:

    po cara faz falta sim e muita… eu gostava da siciliano q tinha no maxi.. na verdade era a unica loja q prestava naquele centro de alienação mútua

    o esquema é ir nas bibliotecas.. eu frequento a da argos que tem bastante coisa…. mas pra compra livro ta complicado mesmo.. pra voce ter uma ideia tive que da mor role pra acha um dicionario com a gramatica nova!!!
    o.0
    e best-sellers não fazem o meu agrado.. então ou é biblioteca ou é sebo… tem que ter muita paciencia no sebo mas vale a pena até… se quiser livros bons e novos só em campinas ou em sampa na saraiva..
    abraço

  15. Avatar marcopolo disse:

    po cara faz falta sim e muita… eu gostava da siciliano q tinha no maxi.. na verdade era a unica loja q prestava naquele centro de alienação mútua

    o esquema é ir nas bibliotecas.. eu frequento a da argos que tem bastante coisa…. mas pra compra livro ta complicado mesmo.. pra voce ter uma ideia tive que da mor role pra acha um dicionario com a gramatica nova!!!
    o.0
    e best-sellers não fazem o meu agrado.. então ou é biblioteca ou é sebo… tem que ter muita paciencia no sebo mas vale a pena até… se quiser livros bons e novos só em campinas ou em sampa na saraiva..
    abraço

  16. Avatar marcopolo disse:

    po cara faz falta sim e muita… eu gostava da siciliano q tinha no maxi.. na verdade era a unica loja q prestava naquele centro de alienação mútua

    o esquema é ir nas bibliotecas.. eu frequento a da argos que tem bastante coisa…. mas pra compra livro ta complicado mesmo.. pra voce ter uma ideia tive que da mor role pra acha um dicionario com a gramatica nova!!!
    o.0
    e best-sellers não fazem o meu agrado.. então ou é biblioteca ou é sebo… tem que ter muita paciencia no sebo mas vale a pena até… se quiser livros bons e novos só em campinas ou em sampa na saraiva..
    abraço

  17. Avatar Juliana Mukai disse:

    O fato da cidade não ter boas livrarias (ou uma boa livraria, ao menos) reflete o pouco interesse do cidadão jundiaiense na leitura. E os jovens, infelizmente, se sentem indignados e abrem a boca para reclamar apenas para a falta de ”baladas” por aqui.

  18. Avatar Simone disse:

    Henrique, tem uma livraria no Maxi, que é a Livraria Leitura, maior do que essas mencionadas no post e comentários, todavia, como vc disse, os “best sellers” estão para as livrarias assim como os “blockbusters” estão para o cinema, mas isso reflete o gosto popular e os donos dos estabelecimentos têm que sobreviver, então colocam os “enlatados” nas prateleiras… fazer o que… Mas depois que eu descobri o site da estante virtual (http://www.estantevirtual.com.br/) não compro quase nada em loja. Apesar de saber do prazer de folhear um livro antes de comprar, o preço e o sossego de comprar pela internet valem a pena e normalmente eu já sei o que quero .. sei que estou contribuindo para o sumiço das livrarias (me perdoem) mas eu adoro comprar pela internet!! Quando preciso, peço para o Mario da Livraria Conhecer, que é meu amigo e me ajuda quando preciso de alguma coisa (ainda é um tipo de atendimento personalizado) mas de fato, tem que encomendar, então, esperar por esperar prefiro aguardar o correio chegar em casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/procura-se-livraria-em-jundiai/