Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

PSC/PV

Publicada em 05/11/2008 às 15:18 | por Voto Consciente Jundiai

A tribuna da Câmara está lá, à sua espera, doutor

Destemido, delegado Paulo Sérgio Martins diz não ter papas na língua
Márcio Souza
Obstinado e “bocudo”. Assim o delegado Paulo Sérgio Martins, eleito vereador pelo PV, com 3.528 votos, definiu a si mesmo. “Não tenho papas na língua. Falo o que for preciso e encaro as conseqüências.”

Como era de se esperar de um delegado de polícia, sua luta maior na Câmara, diz ele, será pela segurança. “Vou brigar pela ampliação e melhoria dos postos avançados da Guarda Municipal”, afirma.

A GM será uma das grandes beneficiadas caso Paulo Sérgio alcance seus objetivos. “A idéia é atrair investimentos maciços para a instituição.” Mas o delegado faz outros planos também. Pelo fato de pertencer ao PV, conta que o meio ambiente será sempre pauta no seu programa.

“Pretendo continuar na defesa da Serra do Japi e estreitar as relações da Câmara com ONGs [organizações não-governamentais] e também com as associações de amigos de bairros.”

Apesar de a Câmara contar com 12 vereadores na base de sustentação do governo próximo mandato – e ele pertence a esse grupo pelo fato de seu partido ter apoiado o prefeito eleito Miguel Haddad (PSDB), Paulo Sérgio defende que boas idéias devem ser aprovadas, independente da legenda.

“Serão 16 vereadores com obrigação de lutar por melhorias para a população da cidade.”

Silvio Ermani tem discurso do PV na ponta da língua
Eleito vereador pela segunda vez, meta é solidificar o partido na cidade

Julianna Granjeia

Apesar de estar filiado ao PV há apenas um ano, Silvio Ermani, que ocupará uma cadeira na Câmara pela segunda vez, já está com o discurso do partido na ponta da língua.

Silvinho, eleito pela primeira vez em 2000, não conseguiu repetir a dose em 2004. Mas nem por isso ficou longe do serviço público. Até voltar a ganhar nas urnas, trabalhou por três anos e meio no velório e hoje é assessor técnico da DAE.

Segundo ele, a preocupação com o futuro de sua filha, de 4 anos, foi um dos motivos que o fez aceitar o convite para ingressar no partido, presidido por Eduardo Palhares, também presidente da DAE. O vereador já foi do PSDB, PPS e PSB.

Ele explica que a renovação da Câmara mostrou o desejo da população de renovar idéias e posturas.

“A responsabilidade dos três vereadores eleitos pelo PV é considerável. Temos que levar em conta que somos a esperança de que o partido se solidifique em Jundiaí.”

Para Silvinho, se os vereadores decepcionarem a população, irão destruir o alicerce do partido que ainda está em construção.

Com tanta afinação no discurso, o vereador eleito diz que ainda não pensa em se lançar candidato para as eleições de deputado em 2010.

“Não conversamos sobre isso porque ainda não é hora. Mas com certeza o PV irá lançar um nome na cidade.”


Leandro, do Bicho Legal, amplia foco de propostas
Novato na política, vereador descarta trabalho somente em prol dos animais

Roberta de Sá

Leandro Palmarini (PV), idealizador do projeto Bicho Legal, descarta a possibilidade de fazer um mandato somente em prol dos animais, embora tenha várias ações de defesa planejadas.

“Usarei meu conhecimento de administrador público. Meu foco também será o meio ambiente e a sociedade em geral”, diz.

Leandro emplacou na sua primeira eleição por ser idealizador de um projeto de castração de cães e gatos e por fazer uma campanha com pessoas vestidas de animais. Ele foi eleito com 3.630 votos – o segundo mais votado.

“Eu não esperava tanto. Isso demonstra que a população está igualmente sensibilizada com a causa animal e quer novos projetos.”

O administrador se filiou ao PV em 2007, depois de ser incentivado a ingressar na vida política. Há 12 anos, trabalha na Secretaria de Finanças.

Eleito pretende evitar apelido na Câmara
Leandro, do Bicho Legal, pretende aos poucos deixar o apelido de lado e ser conhecido por seu nome de batismo. “Sempre vão me associar, mas quero ser chamado de Leandro Palmarini, o defensor dos animais”, diz.

O novato já estuda o regimento interno da Câmara e fala que vai chegar sem a pretensão de ser presidente, mas com a expectativa de que esse será o primeiro passo de sua vida política.

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/pscpv/