Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Suplentes lutam por recomposição nas Câmaras

Publicada em 10/04/2009 às 13:42 | por Voto Consciente Jundiai

VEREADORES

10/4/2009

DIVULGAÇÃO Antônio Pacheco (2º na mesa, da dir. para a esq.) representa Região em movimento

Antônio Pacheco (2º na mesa, da dir. para a esq.) representa Região em movimento

Suplentes de vereadores das Câmaras da região de Jundiaí se uniram em apoio ao aumento do número de cadeiras dos legislativos municipais no País. Filiado ao PPS, Antônio de Pádua Pacheco (1.638 votos) é o líder local do Morecam (Movimento de Recomposição das Câmaras Municipais) e responsável pela organização dos suplentes na cidade. “Tenho falado com os outros seis (suplentes) e os deixado a par sobre o que está acontecendo em Brasília”, afirma o médico e político.

Se confirmada a aprovação da chamada PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Vereadores no Congresso Nacional, a Câmara de Jundiaí passaria de 16 para até 23 vereadores. Assim, além de Pacheco, Lúcia Kachan (2.127 votos) (PSDB), Márcio Cabeleireiro (1.689 votos) (PR), João Henrique dos Santos (1.252 votos) (PDT), Dr. Ronaldinho Moisés (1.882 votos) (PP), Silvana Baptista (2.285 votos) (PMDB) e Pastor Dirlei (2.140 votos) (DEM) seriam ´promovidos´. Estes políticos garantiriam as vagas pelo quociente eleitoral e ´sobras´ de coligações das eleições realizadas em outubro de 2008.

Uma caravana está sendo organizada para a próxima semana, em Brasília, com a intenção de incentivar a promulgação da norma, prevista para o dia 15. “Espero que todos sejam diplomados e empossados ainda no mês de abril, possibilitando o exercício da vereança já no início de maio”, prevê o líder nacional do Morecam, Fábio Persi (PSC/MG).

Entenda o caso – O apelo dos suplentes é baseado em redução do número de vagas parlamentares pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em 2004. “Foram cortadas 8,5 mil vagas, mas não houve corte de verbas. Assim, aumentaram as mordomias nos gabinetes e gastos supérfluos”, define Persi.

O TSE não fixou redução das despesas e orçamento do legislativo municipal, que continua recebendo das prefeituras de 6% a 8% da arrecadação municipal, conforme o número de habitantes de cada cidade. O aumento de empregos também é um argumento defendido pelo Morecam. “Seriam criados novos 35 mil empregos diretos e até 60 mil indiretos.”

Reunião – Anteontem, representantes do movimento participaram de reunião na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo. “Estamos agregando pessoas no movimento em todo o País. Estou fazendo ponte aérea toda a semana para conversar com deputados e senadores”, enfatiza Cornélio Baptista Alves, suplente de Itatiba e um dos coordenadores nacionais do movimento.

A PEC aprovada aumentaria de 51.924 para 59.267 o número total de vereadores no País. Em Jundiaí, a perspectiva de impacto financeiro foi criticada pelo presidente da Câmara, José Galvão Braga Campos, o Tico (PSDB). “Tivemos uma regra antes da eleição e não podemos ter uma mudança dessa magnitude”, argumenta.

Em Jundiaí, cada vereador tem salário de R$ 7,4 mil e direito de contratar até três assessores – dois deles com ganhos de R$ 2,1 mil e um com rendimentos superiores a R$ 4,3 mil. Calcula-se que o inchaço provocaria ´rombo´ de R$ 2,5 milhões no orçamento anual da Casa.

THIAGO GODINHO

fonte: JJ

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Uma resposta para “Suplentes lutam por recomposição nas Câmaras”

  1. Avatar Hanna disse:

    Sou totalmente contrária ao aumento de número de vereadores e favorável a redução do orçamento, já que o número de vereadores diminuiu e o orçamento não.

Deixe uma resposta para Hanna Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/suplentes-lutam-por-recomposicao-nas-camaras/