Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Tico quer mais ação e menos papo

Publicada em 02/02/2009 às 09:09 | por Voto Consciente Jundiai

NOVA CÂMARA

2/2/2009

ALEX M. CARMELLO PLURALIDADE Tico não quer polarização na nova Câmara

PLURALIDADE Tico não quer polarização na nova Câmara

As longas discussões entre vereadores da situação e da oposição, durante o Pequeno Expediente, podem estar perto do fim. O presidente da Casa Leis para os próximos dois anos, José Galvão Braga Campos (PSDB), o Tico, pretende fazer com que, a partir de agora, diminuam os pedidos de questão de ordem durante a sessão – quando os parlamentares solicitam oportunidade para comentar o assunto em discussão. A idéia do tucano é fazer com que as análises paralelas sobre os projetos sejam feitas no Grande Expediente – quando, entretanto, boa parte do público que acompanha os trabalhos já foi embora. A primeira sessão ordinária do ano será realizada amanhã às 9 horas.

“Pretendo implantar uma dinâmica diferente”, afirma Tico. Para ele, tantas questões de ordem acabam por impedir a correta análise do projeto. Para fazer isso, Tico vai se debruçar sobre o Regimento Interno da Câmara. “As sessões vão enfocar mais a análise dos projetos, moções e requerimentos. E, então, as discussões paralelas ficarão para o Grande Expediente.”

O tucano diz já ter conversado com os vereadores sobre a mudança, especialmente os mais novos. Depois da eleição, a Câmara teve uma renovação de quase 50%. “Hoje, a sessão fica muito polarizada pela discussão entre situação e oposição. Os outros não conseguem participar do debate.”

A proposta do tucano é vista com cautela por Durval Orlato (PT). Para ele, o regimento, às vezes, é muito rígido. “Há situações em que se pede o debate no calor do momento. Se tivermos de esperar duas horas para falar, o debate não surtirá o mesmo efeito”, diz o petista. Orlato observa, porém, que há outras formas de participar da sessão além da questão de ordem, seguindo o regimento. “Para mim, não haverá dificuldade.”

Comissões – Tico também pretende chegar à primeira sessão com a presidência das comissões definidas. Hoje, ele se reúne com os vereadores. O encontro ocorre com os membros das duas comissões mais almejadas – Justiça e Redação e Economia, Finanças e Orçamento – já acertadas. A primeira ficará com Paulo Sérgio Martins (PV) e a segunda, com Marcelo Gastaldo (PTB).

Há outras 12 para serem escolhidas: Obras e Serviços Públicos; Educação, Cultura, Esportes e Turismo; Saúde, Higiene e Bem-Estar Social; Transportes e Trânsito; Defesa do Meio Ambiente; Defesa do Consumidor; Assuntos do Trabalho; Direitos Humanos; Segurança Pública; Defesa da Criança, do Idoso e da Pessoa Portadora de Deficiência; Comissão de Participação Legislativa e Ética e Decoro Parlamentar.

Sessões à noite – Tico contou que irá avaliar a possibilidade de as sessões serem transferidas para o período noturno, mas não se mostrou favorável à alteração. “Se isso ocorrer, haverá aumento nas despesas. Há toda uma sistemática, que envolve mudanças no horário de trabalho dos funcionários e, conseqüentemente, horas extras”, afirma. O tucano disse que costumava acompanhar as sessões em Jundiaí quando elas ocorriam à noite. “As pessoas só iam quando tinham interesse na pauta, como acontece hoje.”

ROBERTA BORGES

fonte: JJ

+ CONHEÇA nossas sugestões para tornar a Câmara Municipal mais eficiente

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/tico-quer-mais-acao-e-menos-papo/