Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Transporte escolar: sindicalistas conseguem adiar projeto

Publicada em 05/08/2009 às 18:16 | por Voto Consciente Jundiai

CONCESSÃO

4/8/2009

RUI CARLOS Moacir Biazin (à esq), presidente do Sintrejur: transporte diário de 15 mil alunos

Moacir Biazin (à esq), presidente do Sintrejur: transporte diário de 15 mil alunos

Por pressão do Sindicato dos Transportadores Escolares de Jundiaí e Região (Sintrejur), a Câmara de Jundiaí adiou para o dia 25 a votação do projeto de lei que prevê a concessão de transporte exclusivo e gratuito para estudantes da creche à oitava série do ensino fundamental. “Se este projeto for aprovado vai prejudicar 400 pais de família que dependem do transporte dessas crianças para sobreviver”, disse Moacir Biazin, presidente do Sintrejur.

De acordo com ele, a entidade reúne cerca de 400 transportadores responsáveis diariamente pela condução de aproximadamente 15 mil crianças, adolescentes e jovens. “Os alunos de creche à oitava série das escolas públicas representam cerca de 70% do nosso público”, afirma Biazin.

O projeto de lei do vereador Durval Orlato (PT) prevê a concessão de transporte exclusivo e gratuito para alunos da rede pública da creche à oitava série em áreas urbanas e rurais. “Vamos apresentar duas emendas para que o projeto possa oferecer o direito ao transporte para as crianças e que os transportadores escolares não sejam prejudicados”, disse o autor do projeto de lei.

O sindicalista disse que uma eventual abertura de licitação para a contratação do serviço não seria uma alternativa viável. “As empresas de ônibus teriam condições de cobrar um valor menor porque transportam 40 crianças e as vans, somente 15”, destacou o presidente do Sintrejur. Sobre as alternativas discutidas entre o sindicalista e os vereadores, uma delas é a criação de uma cooperativa ou a possibilidade da Prefeitura de Jundiaí contratar um número específico de vagas para o transporte.

Outro aspecto apontado por Biazin diz respeito à qualificação e condições do transporte das crianças. “Por lei, as vans escolares devem ter a indicação de transporte escolar e os transportadores passam por um curso específico de primeiros socorros e direção defensiva específicos para as crianças, e a legislação não é a mesma para o transporte fretado.”

Atualmente, a Prefeitura de Jundiaí disponibiliza passes escolares para alunos do ensino infantil (a partir de 5 anos), ensino fundamental e ensino médio da rede pública estadual e municipal que moram e estudam em áreas rurais. O transporte em áreas rurais é feito por 15 ônibus coletivos.

ELTON FERNANDES

fonte: JJ

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

2 respostas para “Transporte escolar: sindicalistas conseguem adiar projeto”

  1. Avatar Wellington disse:

    Eu como mãe prefiro pagar e ter a tranquilidade que o meu filho vá com menas crianças na van do que num onibus cheio, podendo até meu filho chegar machucado em casa. Por isto prefiro que as vans continuem transportando as crianças ao inves dos onibus.

  2. Avatar Wellington disse:

    Sou mãe do Wellington.

Deixe uma resposta para Wellington Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/transporte-escolar-sindicalistas-conseguem-adiar-projeto/