Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Um dia sem sacolinha. Que tal?

Publicada em 19/10/2009 às 20:37 | por Voto Consciente Jundiai

>MEIO AMBIENTE

19/10/2009

RUI CARLOS Campanha prega não uso da sacolinha por um dia

Campanha prega não uso da sacolinha por um dia

Na última quarta-feira, 15 de outubro, foi lançada pelo Ministério do Meio Ambiente a campanha Dia do Consumidor Consciente. A ideia da ação é despertar a consciência ambiental nos consumidores e incentivá-los a recusar as sacolas plásticas em suas compras nesta data, adotando uma sacola retornável ou outra alternativa. Nesse primeiro momento, a iniciativa não teve tantos resultados como se esperava. Pelo menos em Jundiaí.

Em um supermercado localizado no centro da cidade, os consumidores desconheciam a data. Nos caixas, o que mais se viam eram sacolas plásticas sendo usadas para carregar as compras. “As sacolinhas plásticas são muito práticas. Não penso em utilizar as retornáveis, mas tenho ciência que precisamos usar”, comenta a dona de casa Zelma Pereira Silva. Ela calcula que leva para casa cerca de 40 sacolas por mês. “Depois de guardar as compras eu uso as sacolas para colocar lixo. Mas em casa eu faço a separação do que é ou não reciclável”, ressalta. “Acredito que o hábito de usar a sacola plástica seja difícil de eliminar”, reconhece.

Outra pessoa que também não usa sacola retornável ou caixa de papelão para levar as compras é a professora Dagmar Baisigui. “Nunca usei sacola retornável. É complicado levar uma dentro da bolsa. Se eu fosse dona de casa ficaria mais fácil vir às compras trazendo uma.” Mas ela também reconhece a importância de se diminuir o consumo das sacolas plásticas. “Usá-las é muito cômodo. Se elas fossem banidas o consumidor teria que dar um jeito.” E sugere: “Se começarem a cobrar por elas o consumidor passa a usar as retornáveis. É como a lei do fumo ou do cinto de segurança: precisa doer no bolso para a população colaborar.”

Para a secretária Josiane Coimbra, reduzir o uso das sacolas plásticas depende da consciência de cada um. “De nada adianta o supermercado disponibilizar sacolas retornáveis ou caixas de papelão se os clientes preferem as sacolinhas plásticas.” Quando vai às compras, ela leva sua própria sacola. “Para que vou usar uma se posso levar de casa? O engraçado é que as pessoas não se importam com a quantidade de sacolas que levam para casa, mas quando passam e veem sujeira pelas ruas, reclamam. Todos somos responsáveis pelo que está acontecendo no planeta.” Segundo os operadores de caixa, é comum quem peça duas sacolas para levar apenas um produto. “Tem gente que quer duas ou até três sacolas para levar um saquinho de pão. A gente não pode falar nada, senão corre o riso de apanhar”, brincou um operador.

O tamanho do problema – A maioria das pessoas tem em casa um lugar separado para guardar as sacolinhas plásticas. E, por mais que esse lugar esteja sempre cheio, não imaginam que esse gesto seja tão prejudicial ao meio ambiente. Apesar de ser prática, quando aceitamos uma sacola na farmácia, na locadora ou na padaria, não temos noção de que, anualmente, 500 bilhões delas são descartadas a cada ano no mundo todo, inadequadamente no meio ambiente, entupindo bueiros, causando enchentes, poluindo mares e matando vários animais, como as tartarugas, que as confundem com água viva.

Mas para quem acha que apenas um dia recusando os sacos plásticos pode ser pouco, os dados sobre o uso das sacolas no Brasil podem atestar outro ponto de vista. Segundo o Ministério do Meio Ambiente, cerca de 1,5 milhão de sacolas plásticas são consumidas a cada hora, o equivalente a 36 milhões em 24 horas – números altos o suficiente para fazer o consumidor aderir à campanha e poupar gastos com recursos naturais em um único dia. E vale lembrar que o tempo de degradação das sacolas plásticas ultrapassa os 100 anos.

TERESA ORRÚ
Notícias relacionadas:

fonte: JJ

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/um-dia-sem-sacolinha-que-tal/