Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Vereadores votam pelo nepotismo

Publicada em 07/02/2009 às 16:48 | por Voto Consciente Jundiai
COM AVAL Fátima Lorencini quer empregar o marido, Toninho, e as duas filhas
‘VISTA GROSSA’ ‘Negão’ votou a favor do projeto que muda a Lei Orgânica na cidade

A Câmara Municipal de Jarinu deu o primeiro passo para oficializar a prática do nepotismo na Prefeitura Municipal, com a aprovação em primeiro turno, na última terça-feira, dia 3, do projeto do executivo que altera a Lei Orgânica Municipal (LOM), por 8 votos a 1, ao qual cria os cargos de secretariados. O segundo turno da votação está prevista para ser realizada no próximo dia 17.

Caso a Proposta de Emenda a Lei Orgânica Municipal do executivo seja aprovada, a prefeita Maria de Fátima Moura Lorencini (PTB) poderá burlar a lei que coíbe a prática do nepotismo e nomear seu marido Toninho Lorencini e suas duas filhas, Elisângela Lorencini e Eliane Lorencini, para cargos de secretários, conforme a prefeita manifestou interesse com o pedido de tutela antecipada, negado pelo Ministério Público e pela juíza da Vara Distrital de Jarinu, no mês passado.

No primeiro turno, a maioria dos vereadores votaram a favor do projeto. Apenas o vereador Milton Bugiu (DEM) votou contra a emenda parlamentar.

Como o projeto se trata de uma Emenda a LOM só poderá ser aprovado pela maioria dos vereadores em dois turnos, sendo que a votação em segundo turno precisa ter um intervalo de uma sessão para que os vereadores e a Comissão de Constituição e Justiça analisem o projeto.

O vereador Edson Ferreira Lima “Negão” (PMDB), foi um dos oito vereadores que aprovaram em primeiro turno o projeto, mesmo sabendo que o documento abre brechas para incluir familiares na prefeitura. Para o vereador o projeto é de duplo entendimento. “No caso da prefeita ela poderá tirar proveito nomeando seus familiares, mas ao mesmo tempo a administração irá evoluir se enquadrando a outras prefeituras”, disse.

Negão também preferiu votar a favor do projeto para não criar atritos com o executivo. “Tenho muitos compromissos com o povo de Jarinu e não quero prejudicar este planejamento tendo problemas com o executivo, como ocorreu na administração passada”, argumentou.

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Jarinu informou que a intenção de criar cargos de secretários foi apresentado para sanar algumas necessidades do município.

A Prefeitura também afirmou que o projeto não será criado para incluir os familiares da prefeita Fátima Lorencini como secretários, mas sim para melhorar a administração municipal como um todo, que segundo a assessoria está defasada. “Esta é a grande jogada”, informou.

A assessoria também declarou que a prefeitura precisa se adequar ao crescimento da cidade. Uma das ações que será criada, caso o projeto seja aprovado pela Câmara, será uma ouvidoria subordinada pela secretaria de Governo, ao qual contará com um diálogo direto entre o munícipe e o poder público.

Na edição 249, o advogado da prefeita Fátima Lorencini, informou que a intenção da prefeita era nomear seu marido como secretário de Governo.

O Ministério Público de Jarinu foi procurado pela reportagem do Jornal A Verdade Reginal, mas informou não saber sobre o projeto do executivo.

Mauro Utida

fonte: Jornal A Verdade

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Uma resposta para “Vereadores votam pelo nepotismo”

  1. Avatar Anonymous disse:

    Como pode ocontecer isso, enquanto a nação caminha para frente, crinado leis que proibem o nepotismo, em jarinu acontece ao contrario, eles criar leis para quebrar uma lei federal, isso é cminhar pra trás. Marido é cassado pela justiça, tem que renunciar a candidatura, e mesmo assim consegue trabalhar na Prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/vereadores-votam-pelo-nepotismo/