Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Viaduto: Ponte terá de esperar

Publicada em 23/11/2008 às 09:59 | por Voto Consciente Jundiai
INFRA-ESTRUTURA

23/11/2008

Investir no abastecimento de água, ampliar o sistema viário, prevenir enchentes na cidade, promover o prolongamento de avenidas, construir o viaduto da Ponte São João e dar início à segunda etapa do Sistema Integrado de Transporte Urbano (Situ). Estas eram as propostas apresentadas pelo atual prefeito, Ary Fossen, na elaboração do seu plano de governo, há quatro anos. Ao lado de Miguel Haddad e Juca Chaves Rodrigues, Ary queria impulsionar o desenvolvimento e aperfeiçoar a infra-estrutura de Jundiaí. Entre as metas, o viaduto da Ponte não saiu do papel.

No plano, Ary afirmava que a obra seria priorizada. No entanto, de acordo com informações da assessoria de imprensa do Executivo, um projeto chegou a ser elaborado, porém, não foi implantado por falta de recursos. Apontado como a solução para o conturbado trânsito da região da Ponte, o viaduto foi debatido, novamente, durante a campanha eleitoral deste ano. Ele deverá integrar as ações do governo de Miguel.

Enchentes e Situ – Ary também planejava canalizar o rio Jundiaí, no trecho que vai da avenida 9 de Julho à rodovia João Cereser. Segundo a assessoria, a obra – cujo objetivo era fazer com que a cidade não sofresse com enchentes – está em fase de conclusão. Outro ponto do plano de governo estava relacionado à ampliação do Sistema Integrado de Transporte Urbano (Situ). “O Situ será ampliado para atender às novas demandas do transporte coletivo da cidade. Os terminais vão se tornar pontos de serviço para a população, com a instalação de computadores com acesso à internet”, estava escrito.

A segunda etapa, porém, está em andamento, mas não deverá caminhar até o fim do ano. A Prefeitura ainda nem finalizou a primeira etapa do Situ, que será oficializada com a entrega do Terminal Central – a previsão é de que o local seja inaugurado no dia 7 de dezembro.


Sistema viário – Obras viárias municipais que complementassem o Trevo de Itu – entregue ainda durante a administração de Miguel – também estavam previstas pelo tucano. Este é o único ponto que foi concluído totalmente durante o governo de Ary. Já quanto às ligações viárias feitas para melhorar o trânsito em Jundiaí, não houve avanços. Ary queria prolongar as avenidas Samuel Martins, a União dos Ferroviários e a Frederico Ozanan. Nenhuma das três obras foi feita, mas há previsão, conforme o orçamento.

Ary também projetou a construção de ciclovias nas margens dos rios e em grandes avenidas, “para oferecer mais espaço de lazer para a população e despertar a consciência para a importância da conservação dos nossos rios”. A idéia foi colocada em prática apenas parcialmente: somente a avenida Antônio Pincinato ganhou uma ciclovia e, na avenida Imigrantes, está sendo construída uma pista de caminhada.

ROBERTA BORGES

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/viaduto-ponte-tera-de-esperar/