Voto Consciente Jundiaí | https://votoconscientejundiai.com.br

Voto Consciente caça voluntários

Publicada em 11/09/2009 às 10:51 | por Voto Consciente Jundiai
Seja um voluntário!

> LEGISLATIVO

11/9/2009

O público cativo que acompanha as sessões na Câmara de Jundiaí é limitado. Geralmente, as cadeiras do Plenário são ocupadas por assessores dos parlamentares, jornalistas e uma dupla que sempre procura se posicionar em local estratégico, preferencialmente para ser pouco notada.

Essa dupla pretende cumprir os objetivos de difundir o trabalho dos vereadores jundiaienses para a população, que nem sempre tem disponibilidade para acompanhar as sessões na Câmara, sempre às terças-feira, entre 9h e 13h. São os voluntários da Organização Não-Governamental Voto Consciente, criada em São Paulo em 1987 e que conta atualmente com 12 núcleos em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. O objetivo da ONG é acompanhar, fiscalizar e propor mudanças no trabalho dos vereadores e das Câmaras Municipais.

“Vejo o trabalho da Voto Consciente como algo bom. Estão no papel deles e é o papel da população fiscalizar o trabalho na Câmara”, disse José Galvão Braga Campos, o Tico (PSDB), presidente do Legislativo Municipal.

Em Jundiaí, a Voto Consciente iniciou as atividades há três anos e conta atualmente com cinco voluntários fixos que acompanham as sessões. “Pensamos num sistema no qual o ideal seriam oito pessoas para acompanhar o trabalho nas sessões”, afirmou Henrique Parra Parra Filho, de 20 anos, estudante de Ciências Sociais e coordenador-geral da ONG em Jundiaí.

De acordo com o jovem, o perfil dos voluntários divide-se em duas faixas: estudantes ou aposentados. “Estes foram os perfis que verificamos até agora, principalmente por conta do horário das sessões. Se fosse no período noturno, com certeza possibilitaria um número maior de voluntários”, disse.

Alberto Matenhauer Urbinatti, 18 anos, é um dos voluntários e acompanha as sessões na Câmara de Jundiaí desde o início deste ano. Estudante do primeiro ano de Ciências Sociais, ele seguiu o exemplo da namorada, Patrícia Anette Gonçalves, 18 anos, estudante de Letras, que também é voluntária da Voto Consciente. “Vi que era interessante o trabalho e resolvi experimentar. Acho importante porque a gente pode ficar por dentro do que acontece na política”, diz o jovem.

Metodologia – No momento, o núcleo da Voto Consciente em Jundiaí está a procura de novos voluntários para acompanhar as sessões ordinárias da Câmara, que ocorrem sempre às terças-feiras pela manhã. O voluntário recebe planilhas elaboradas pela matriz da ONG sediada em São Paulo, que devem ser preenchidas com base nas votações e discussões realizadas no Legislativo.

A dupla divide as atribuições. Enquanto uma pessoa anota os dados referentes à votação dos projetos, presença e ausência dos vereadores em plenário, a outra é responsável por fazer observações sobre o que cada vereador falou e as discussões geradas na Câmara.

Estes dados são compilados em computador para, posteriormente, serem divulgados no dia seguinte em blog e site da ONG. Ao final do ano, é divulgado um relatório anual com a compilação de todas as observações feitas pelos voluntários e um ranking que dá pontuação aos parlamentares.

Os interessados em fazer parte da Voto Consciente em Jundiaí podem entrar em contato pelo e-mail [email protected] e pelo blog www.votoconsciente-jundiai.blogspot.com.

ELTON FERNANDES
Notícias relacionadas:

fonte: JJ

Voto Consciente Jundiai

Leia mais sobre Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Link original: https://votoconscientejundiai.com.br/voto-consciente-caca-voluntarios/